Um dos mais populosos bairros de Lages clama por mais segurança

Moradores do bairro Guarujá, na zona Norte de Lages, irão realizar uma passeata neste sábado (13), a partir das 15h, pedindo por mais segurança.

Por LD,
Lages/SC

📷 Avenida 31 de março será o local da manifestação deste sábado (13) no bairro Guarujá. (Foto: Maurício Santos / Lages Diário)

Os moradores do Guarujá, um dos bairros mais populosos de Lages, na Serra Catarinense, estão cansados do aumento da criminalidade e para chamar a atenção das autoridades irão realizar neste sábado (13), uma passeata pela principal via do bairro, a avenida 31 de março, clamando por mais segurança na região, com o retorno da base fixa da PM no bairro e a instalação de câmeras de videomonitoramento. A manifestação está marcada para começar às 15h em frente à EEB Gen. Pinto Sombra.


Há três anos, a base fixa da Polícia Militar no bairro foi desativada, e segundo o presidente da Associação de Moradores do bairro Guarujá, Luis Borges, as ocorrências têm sido cada vez mais frequentes, e dos mais variados modos, desde a arrombamentos até a assaltos à mão armada.

O bairro Guarujá conta com cerca de 15 mil moradores, e a manifestação também terá o foco no pedido de instalação de câmeras de videomonitoramento, pelo menos mais duas ao longo da avenida 31 de março.

Trânsito interrompido


Devido a manifestação, a avenida 31 de março ficará interditada, a partir da rua Dias Velho, em frente à EEB Gen. Pinto Sombra e conforme os manifestantes forem passando, as vias adjacentes e a própria avenida vão sendo liberadas, informou a Diretoria Municipal de Trânsito (Diretran). Tanto os agentes de trânsito quanto a Polícia Militar estarão também dando suporte ao manifesto.