Cerca de 100 pessoas participam de manifestação pela segurança no bairro Guarujá

Cartazes e faixas pediam um basta à violência e o retorno da base da Polícia Militar no bairro que está desativada há cerca de três anos.

Por LD,
Lages/SC 

📷 Manifestantes utilizaram cartazes e faixas para protestar contra a violência no bairro Guarujá. (Foto: Maurício Santos / Lages Diário)
Cerca de cem moradores participaram na tarde deste sábado (13) de uma manifestação pacífica na avenida 31 de março, principal via do bairro Guarujá, na zona Norte de Lages, pedindo por mais segurança no bairro que conta com mais de 15 mil habitantes, tornando ele um dos mais populoso de Lages.


Os manifestantes com faixas, cartazes e gritos, pediam por um basta à violência que cresceu consideravelmente nos últimos anos, e segundo a organização do manifesto, muito se deve a esse aumento à desativação da base da Polícia Militar no bairro há cerca de três anos. Nos pedidos, a comunidade clama pelo retorno da base fixa da PM no bairro e também a instalação de pelo menos mais duas câmeras de videomonitoramento ao longo da avenida 31 de março.

Segundo o presidente da Associação dos Moradores do bairro Guarujá, Luis Borges, o projeto para a construção da base da Polícia Militar já existe e ela ficaria na avenida 31 de março em um terreno que hoje pertence à Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc). De acordo com Borges, a associação está tentando entrar em contato com o Governo do Estado para tentar viabilizar a doação deste terreno, já que em contato com a Celesc, a mesma recusou fazer a doação.

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia

Enquete: qual candidata você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2017?

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages