Bom Jardim da Serra é uma ótima opção de lazer também no verão

Conhecida pelas baixas temperaturas no inverno, a cidade também é um ótimo roteiro para quem curte cachoeiras e as paisagens dos campos e dos cânions.

Por MAURÍCIO SANTOS do LD,
Bom Jardim da Serra/SC

📷 Cascata da Barrinha, em Bom Jardim da Serra. Uma ótima opção para se refrescar, de fácil acesso e gratuito. (Foto: Maurício Santos / Lages Diário)

A tranquila cidade de Bom Jardim da Serra que está distante cerca de 130 quilômetros de Lages, na Serra Catarinense, esconde diversas atrações naturais de rara beleza e com paisagens de tirar o fôlego. Para os amantes do ecoturismo, a cidade oferece diversas opções como visitas aos cânions e às cachoeiras, aliás, a cidade é conhecida como “a capital das águas” por ter mais de 35 cachoeiras e 14 rios que nascem em seu território, sendo afluentes do principal deles, o Rio Pelotas.


Apesar de ser na Serra Catarinense e se destacar principalmente pelas baixas temperaturas no inverno, a cinquentenária cidade oferece aos moradores e turistas ótimas opções para se divertir no verão. Uma das atrações é a cascata da Barrinha, localizada às margens da rodovia SC-390, tem fácil acesso e de forma gratuita. Os frequentadores podem ser banhar na água cristalina que cai de uma altura de 10 metros. O LD esteve lá e pode registrar vários turistas chegando ao local para se banhar ou para ao menos registrar uma foto ou selfie em torno da paisagem.

Os turistas podem visitar as outras diversas cachoeiras espalhadas por todo o território da cidade, como o Salto do Pelotas, porém nestas visitas recomenda-se a contratação de guias, já que a maioria delas estão em locais de difícil acesso e/ou em áreas privadas. O mesmo ocorre nos cânions, apenas um é de fácil acesso e não requer – apesar de recomendável – a contratação de um guia para chegar ao local, trata-se do cânion da Ronda, que fica ao lado do Parque Eólico de Bom Jardim da Serra.

📷 Cânion da Ronda, em Bom Jardim da Serra. (Foto: Maurício Santos / Lages Diário)

O Parque Eólico também é um grande atrativo, são mais de 60 torres com mais de 130 metros de altura cada, gerando energia suficiente para abastecer uma cidade com cerca de 200 mil habitantes. Dentro de um terreno com mais de 5.000 hectares, são quatro parques com torres eólicas. Para conhecer todo o parque, é necessário percorrer algo em torno de 39 quilômetros em estrada de terra ao longo de todo o complexo.

📷 Parque Eólico de Bom Jardim da Serra, gera energia suficiente para abastecer uma cidade com cerca de 200 mil habitantes. (Foto: Maurício Santos / Lages Diário)

Claro que a Serra do Rio do Rastro não ia ficar de fora, afinal é um dos principais cartões postais não apenas de Bom Jardim da Serra, mas de toda a Santa Catarina. Visual deslumbrante da rodovia mais espetacular do planeta e que liga a Serra com o Sul catarinense.

📷 Vista do Mirante da Serra do Rio do Rastro, em Bom Jardim da Serra. (Foto: Maurício Santos / Lages Diário)

Rota dos cânions

Uma alternativa para vislumbrar os cânions de toda a Serra Catarinense e também da Serra Gaúcha, é a rodovia BJ-050 conhecida também como a “Rota dos Cânions” que liga Bom Jardim da Serra a São José dos Ausentes, no Rio Grande do Sul. O grande problema é as condições da rodovia que conta com apenas os 10 primeiros quilômetros pavimentados sendo o restante em estrada de terra, porém a paisagem compensa com belos locais que realmente tiram o fôlego. Para se refrescar, um dos locais indicados é o rio Capivaras, onde a água é cristalina e rasa.

📷 O Rio Capivaras que corta o interior do município de Bom Jardim da Serra, aqui nas margens da rodovia BJ-050 que liga a Bom Jardim com São José dos Ausentes, no Rio Grande do Sul. (Foto: Maurício Santos / Lages Diário)

No trecho quase chegando na divisa de Santa Catarina com o Rio Grande do Sul pode chegar a Cachoeira Bom Jardim, mas também fica em área privada e quatro quilômetros à frente, a ponte de divisa dos dois estados.

Dicas de hospedagem

Em Bom Jardim da Serra não são muita as opções de hospedagem, mas as que têm são de alto padrão de conforto. A que mais se destaca é a Rio do Rastro Eco Resort que oferece hospedagem em chalés, conta com piscina coberta, salão de jogos, restaurante, academia e parquinho infantil, além de atividades ao ar livre em contato direto com a natureza. Maiores informações acesse o site www.riodorastro.com.br.

Mas ainda há ainda o Hotel Fazenda Rota dos Cânions próximo à Cascata da Barrinha. Entre as atividades oferecidas pelo empreendimento estão passeios pelos cânions, cavalgadas e passeios de quadriciclo. Maiores informações: www.hotelfazendarotadoscanions.com.br.

O mais recente a ser aberto foi o Hotel Fazenda Boutique Terra do Gelo. Para maiores informações: (49) 9 9191-4115.

Distâncias

Criciúma: 87km
Lages: 130 km
Florianópolis: 236km
Blumenau: 357km
Porto Alegre: 363km
Chapecó: 438km
Curitiba: 514km

São Paulo: 909km

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages

Um morre e outro fica ferido em acidente entre carro e ônibus em Lages

Colisão traseira faz carro capotar na avenida Dom Pedro II, em Lages; veja vídeo