Demolição do Aristiliano Ramos começa nesta sexta-feira (8)

Ordem de serviço para a demolição e destinação dos resíduos foi assinada nesta quinta-feira (7), na sede da ADR Lages.

Por LD,
em Lages/SC

📷 Prédio da escola Aristiliano Ramos, fechada há seis anos será demolida nesta sexta-feira (8). (Foto: Maurício Santos / Arquivo / Lages Diário)

Já está definido. O processo de demolição do prédio onde abrigou por décadas a EEB Aristiliano Ramos iniciará a partir das 8h da manhã desta sexta-feira (8), na praça João Costa, no Centro de Lages, na Serra Catarinense. A ordem de serviço para demolição e destinação dos resíduos foi assinada pelo secretário da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) Lages, João Alberto Duarte, e pelo proprietário da empresa que irá executar os serviços.


A empresa que é de Lages foi contratada em caráter emergencial através de dispensa de licitação no valor de R$ 146 mil reais. O processo será iniciado a partir das 08h com o auxílio de uma escavadeira hidráulica partindo de fora para dentro e deverá ser concluída ainda no sábado (9). Os resíduos da demolição serão removidos a área de triagem localizada no bairro Morro Grande, e deverá se estender ao longo da próxima semana.

A área contará com isolamento por parte da Polícia Militar e dos Agentes de Trânsito para garantir a segurança de motoristas e pedestres que trafegam pelo Centro de Lages.

Batalhas na Justiça se arrastaram por seis anos

Objeto de uma longa batalha que chegou à justiça entre o Estado e o Ministério Público se arrasta desde 2011, quando a EEB Aristiliano Ramos foi interditada pela Defesa Civil devido a graves problemas em sua estrutura. À época, a escola contava com mais de 1,3 mil alunos em três períodos, todos foram deslocados para a EEB Vidal Ramos e EEB Vidal Ramos Júnior, ambas no Centro de Lages. De lá para cá, foram várias ações e recursos contra decisões na Justiça, e o prédio passava a abrigar apenas pombos e o mato tomava conta naquela que foi uma das principais instituições de ensino da cidade e da região.

O desfecho final se fez no final de novembro, quando a Justiça autorizou a demolição em decisão final, sem a possibilidade de recurso. A Prefeitura de Lages em conjunto com o Governo do Estado iniciaram as conversas sobre a contratação da empresa que executaria o trabalho de demolição. Na última quinta-feira, 30 de novembro, ocorreu a transferência dos quiosques para a praça João Costa e a instalação de tapumes para o isolamento da área do prédio.

Marcius Machado propõe despedida ao prédio


O ex-vereador e candidato à prefeitura de Lages na eleição de 2016, Marcius Machado que é um dos grandes que era favorável a manutenção do prédio propôs em uma rede social que os apoiadores do colégio Aristiliano Ramos se deslocassem até o prédio na noite desta quinta-feira (7), para um ato de despedida. 

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia

Enquete: qual candidata você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2017?

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages