Itajaí e Blumenau confirmam favoritismo na ginástica

Competições da modalidade ocorreram no ginásio do Sesi, na zona Norte de Lages.

Por MATHEUS REIS da FESPORTE,
em Lages/SC

📷 Alessandro Koizumi / Fesporte

O
s melhores ginastas artísticos de Santa Catarina foram conhecidos nesta terça-feira, 7, na entrega das premiações da modalidade nos 57° Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). Blumenau e Itajaí mantiveram o favoritismo e subiram ao ponto mais alto do pódio nos naipes feminino e masculino, respectivamente. A competição aconteceu no ginásio do Sesi, em Lages.

Completando o quadro geral feminino, as delegações de Florianópolis e Chapecó faturaram a segunda e terceira colocações, enquanto no masculino Balneário Camboriú e Blumenau, levaram o troféu de vice e terceiro lugar para casa.

Entre as meninas, o grande nome desta edição foi Jamile Bloedorn, de 15 anos, de Blumenau. A garota conquistou medalhas nos aparelhos de solo, trave, barras paralelas e salto, além de conquistar o primeiro lugar individual geral. “Eu treinei muito desde o começo do ano. Meu foco agora é treinar já pensando no ano que vem para chegar arrasando”, destacou a ginasta.

Além da participação nos Jasc, Jamile foca também nos campeonatos nacionais para 2018. “Quero melhorar sempre meu rendimento nos campeonatos. Ano que vem não participo mais dos Joguinhos, então, quero boa colocação em todas as outras competições”, avaliou.

Entre os homens, Tomas Siqueira, de Itajaí, sagrou-se campeão geral individual. Mais experiente, com 28 anos, ele vem de grandes vitórias nos Jasc: campeão, em 2013; terceiro lugar, em 2014; segundo em 2015 e agora novamente campeão em 2017. “Meu foco é o tri em 2018. Tive alguns erros por aqui que precisam ser corrigidos. Agora precisamos treinar sempre em busca de mais conquistas”, enfatizou.

Grandes nomes surgem no Jasc

Um dos nomes que merecem destaque na competição aqui em Lages é o blumenauense Douglas Silva. Com um campeonato brasileiro na conta, sendo o único catarinense representante, o garoto de 14 anos finalizou os 57° Jasc como o terceiro melhor ginasta.


Inspirado em grandes nomes, como Arthur Zanetti e Diego Hypolito, um dos principais objetivos do garoto é conseguir passar na seletiva para os jogos Pan-Americanos, que disputará. “Quero ser grande na modalidade e chegar até as Olimpíadas, que é o sonho de qualquer atleta”, pontuou Silva.

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia

Enquete: qual candidata você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2017?

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages