Experiência olímpica na ginástica rítmica dos Jasc

Competição começou nesta quinta-feira (9) no ginásio do SESI, na zona Norte de Lages.

Por MURILO ROSO da FESPORTE
em Lages/SC

📷 Fom Conradi / Fesporte

A
rcos, bolas e fitas em movimentos sincronizados. Atletas com cabelo preso, maquiagem impecável, uniformes brilhantes. Trilhas sonoras emocionantes. Começou nesta quinta-feira, 9, a ginástica rítmica, modalidade mais charmosa dos Jogos Abertos de Santa Catarina. No ginásio do Sesi, as disputas finais acontecem nesta sexta-feira, 10 e sábado, 11, com a certeza de apresentações de alto nível.

A ginástica rítmica nos Jasc conta com 50 atletas representando nove municípios. Pelo menos 10 competidoras são da seleção brasileira. Entre tantos nomes importantes da modalidade, destaque para Jéssica Sayonara Maier, que traz a Lages a experiência olímpica.

Jéssica, de 23 anos, é capitã do conjunto da seleção brasileira adulta e disputou em 2016 no Rio de Janeiro sua primeira Olimpíada. “O Brasil ficou fora em Londres e voltou no Rio. Apesar do 9º lugar, foi uma grande honra representar meu país e colocar a ginástica rítmica novamente em evidência. Agora o foco é Tóquio 2020”, conta a jovem, que é campeã Pan-americana.

Natural de Timbó e atleta da equipe de Blumenau, Jéssica disputa os Jasc pela quinta vez. Ela é recordista com o maior número de medalhas conquistadas em uma única edição do evento: nove medalhas em 2014. “Espero passar um pouco da minha experiência para minhas colegas”, afirma.

Aos 16 anos, Mariany Miyamoto também é destaque

Se Jéssica é o presente da ginástica, outras atletas mais jovens ainda prometem ser o futuro da modalidade. Mariany Miyamoto, de Joinville, 16 anos, foi convocada pela primeira vez para a seleção brasileira adulta. “Fui medalha de bronze no Pan dos EUA e ouro no Sul-americano da Bolívia”, ressalta a ginasta.

Para ela, o segredo do esporte é treinar incansavelmente. “Na ginástica é preciso muita dedicação. E na hora da prova é fundamental estar bem física e psicologicamente”, conclui a joinvilense que começou a praticar com três anos.

Presidente da Fesporte participa da abertura

A abertura oficial da ginástica rítmica contou com a presença do presidente da Fesporte, Erivaldo Caetano Júnior. Em rápido pronunciamento, ele ressaltou os Jogos Abertos e declarou apoio à modalidade. “Resgatamos o carisma dos Jasc e temos um novo desafio que é envolver mais times, mais torcida. Sou um admirador da ginástica e vamos apoiar os projetos deste esporte”.

A quinta-feira foi de disputas classificatórias. As oito melhores de cada aparelho, bola, arco, maças e fita se classificam para as finais no individual e conjunto.

Os Jasc são uma promoção do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte em parceria com a prefeitura e Agência de Desenvolvimento Regional de Lages.


PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia

Enquete: qual candidata você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2017?

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages