Cerca de 800 alunos da rede municipal participam do Programa de Educação Fiscal

Devolutiva dos trabalhos mobilizou a comunidade escolar em praça pública.

Por ASCOM PML,
em Lages/SC

📷 Toninho Vieira / ASCOM PML

C
om o objetivo de formar cidadãos capazes de compreender a função social dos tributos, entender a importância de acompanhar a aplicação dos recursos públicos e estar motivado para o exercício da cidadania plena, foi realizado na tarde desta terça-feira (28 de novembro) a devolutiva dos trabalhos do Programa de Educação Fiscal. Esta atividade pedagógica desenvolvida em 24 escolas da rede municipal envolveu cerca de 800 alunos e mais de 50 profissionais dos diferentes segmentos de ensino.

Na Praça Vidal Ramos Sênior, a Praça do Terminal como é popularmente conhecida, foram expostos os trabalhos de todas as unidades de ensino participantes. A Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Índios apresentou temas como: para onde vai o dinheiro dos impostos; exija sempre nota fiscal; o Zé Notinha e um demonstrativo daquilo que pagamos de impostos sobre alguns produtos de consumo diário, como por exemplo, os alimentos.

Para a secretária municipal da Educação, Valdirene Vieira, o trabalho desenvolvido pelos professores inspiradores em sala de aula foi de suma importância para o sucesso do Programa de Educação Fiscal na rede municipal de ensino. “Queremos repassar aos nossos alunos que a sociedade contribui para o funcionamento do Estado pagando seus tributos. Com isso, deve exercer sua cidadania participando das decisões governamentais, exigindo eficiência e transparência do gasto público, ampliando a participação popular na gestão democrática do Estado”, salientou.

De acordo com a coordenadora de Educação Fiscal, a professora Andressa Mota, os princípios e objetivos do Programa compreendem que a escola tem um papel fundamental na garantia de um futuro sustentável para todos, pois, ao educar seus estudantes, tem a oportunidade de formar cidadãos críticos. “Trabalhamos a Educação Fiscal na rede municipal de forma transversal, decorrendo por todos os componentes curriculares. As ações educativas foram desenvolvidas na promoção da cidadania e dos interesses coletivos”, explicou.

Apresentações artísticas e caminhada

Na devolutiva dos trabalhos foram apresentadas também peças artísticas, sempre evidenciado o tema da Educação Fiscal, como: música e dança. A 1ª Caminhada para a Cidadania teve a participação massiva dos alunos e professores que percorreram algumas ruas centrais para intensificar e chamar a atenção da população sobre os propósitos do Programa.


São parceiros da Secretaria Municipal da Educação, no Programa de Educação Fiscal: Receita Federal do Brasil, Secretaria Municipal da Administração e Fazenda, Secretaria de Estado da Fazenda, Observatório Social de Lages, Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), APAE Lages, Gerência Regional de Educação (26ª Gered Lages), Associação Empresarial de Lages (ACIL), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Câmara Municipal de Vereadores, Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação, Polícia Militar, Comunicação Social da Prefeitura de Lages, Lions Clube Copacabana, Rotary Club de Lages, Instituto José Paschoal Baggio e Diretoria de Trânsito (Diretran).

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia

Enquete: qual candidata você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2017?

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages