“Monge João Maria” ganha estátua na Praça Siqueira Campos

A iniciativa foi de fiéis do Santuário Santa Cruz e a estátua foi patrocinada por 12 empresários.

Por ASCOM PML,
em Lages/SC

📷 Iran Rosa de Moraes / ASCOM PML

N
a sexta-feira (15), a comunidade católica ligada ao Santuário Santa Cruz, em Lages, inaugurou a estátua do “Monge João Maria”, implantada na Praça Siqueira Campos, onde está localizada esta popular Igreja. O ato inaugural ocorreu após a Santa Missa rezada pelo pároco da Catedral Diocesana, Pe. Valdir Goedert, e em seguida centenas e fiéis e populares ali presentes participaram de jantar de confraternização e bingo, no salão comunitário, em frente à praça.

O coordenador do Conselho de Pastoral Comunitária (CPC), Domingos Rodrigues, disse que a ideia do monumento com a estátua do monge surgiu em 2013, durante a tradicional Festa de Santa Cruz. “Ela foi aprovada pelo CPC e pelo Pe. Valdir. Em seguida foi feito o orçamento da estátua e a busca pelos financiadores do projeto. São 12 benfeitores, cada qual tendo contribuído com R$ 1 mil. A estátua construída em concreto armado, é de autoria do escultor João Batista”, relata Domingos.

Domingos explica que a inauguração do monumento se deu no dia 15 de setembro, por ocasião da passagem do dia da Exaltação da Santa Cruz, concelebrada naquele santuário, na véspera, 14 de setembro.

Muitos fiéis, a maioria deles idosos, em demonstração de culto à memória dos antepassados, os quais eram, por assim dizer, adeptos dos ensinamentos e mensagens deixadas pelo “monge” - popular eremita que visitava, periodicamente, a região serrana de Santa Catarina, no século XIX -, fizeram questão de tocar a escultura com as mãos (sinal de respeito e veneração).

Segundo a literatura histórica, João Maria teria passado por Lages e bebido da água da fonte da Cacimba, e feito pouso nas imediações, onde também plantou uma cruz de cedro. “A cruz está em redoma de vidro no altar da Igreja desde 1862. Conta-se que ao talhar esta cruz notou-se que não havia o prego mestre para sustentar a madeira que formava os braços”, fala o coordenador do CPC.

Então, diante deste fato, teria dito o monge: “Saiam dois homens. Caminhem por esta rua e encontrarão um galpão. Entrem e passem a mão sobre a linha no canto esquerdo de quem entra. Lá encontrarão o prego”. E tudo teria acontecido tal qual dissera o “Monge João Maria”.
 Tal ocorrência motivou, posteriormente, a construção, primeiramente, da Capela Santa Cruz, isso em 1870, quando era vigário geral de Lages o Pe. Antonio Esteves.

Participação da Prefeitura


Presente à solenidade de inauguração desse monumento, o secretário de Serviços Públicos e Meio Ambiente, Euclides Mecabô, disse que a prefeitura em colaboração com o CPC da Igreja construiu o pedestal, em concreto e pedra, e também melhorou o sistema de iluminação da praça, fez a poda de árvores, plantio de novas mudas e cultivo de flores.

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia

Enquete: qual candidata você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2017?

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages