Em ritmo acelerado alunos do Senai em Lages se preparam para a Olimpíada do Conhecimento 2017

Desde fevereiro eles treinam diariamente até mesmo sábados, domingos e feriados para alcançar um bom desempenho na Olimpíada que em Lages, de 28 de agosto a 01 de setembro.

Por CATARINAS COMUNICAÇÃO,
em Lages/SC

📷 Catarinas Comunicação / Divulgação

F
alta menos de 10 dias para o início da etapa estadual da Olimpíada do Conhecimento 2017 e a dedicação do estudante do 2º módulo do curso técnico em Eletrotécnica do Senai em Lages, Lucas Rafael da Silva Lima, e estudante do 4º módulo do curso técnico em Automação do Senai em Lages, Guilherme Ribeiro Pereira, ambos de 17 anos, é intensa.

Desde fevereiro eles treinam diariamente até mesmo sábados, domingos e feriados para alcançar um bom desempenho na Olimpíada que ocorre de 10 de julho até o dia 22 de setembro, em 12 cidades de Santa Catarina. Em Lages, de 28 de agosto à 01 de setembro.

O desafio dos alunos é executar e adquirir no treinamento o máximo de conhecimento para ser utilizado durante a competição que é quando receberão um novo projeto e terão de executá-lo em 18 horas. Nas provas, os alunos são avaliados por critérios como excelência do projeto, capacidade de planejamento, aproveitamento de recursos e comportamento.

O desafio de Lucas compreende em executar a montagem de um projeto de instalações elétricas prediais aplicando as tecnologias de automação predial. “Estou muito empenhado no meu treinamento é uma responsabilidade muito grande levar o nome do Senai de Lages para a competição”.

Guilherme precisa executar a montagem de um projeto de instalações elétricas industriais, utilizando as tecnologias de automação industrial, compreendendo a montagem da infraestrutura, cabeamento e programação de CLP (controladores lógicos programáveis), projeto este que é sinóptico de uma usina de concreto e deverá funcionar de forma automática.  “Esse momento está sendo bastante desafiante para mim. Observava colegas participando e agora chegou a minha vez de me dedicar e de buscar o melhor resultado na Olimpíada”.

Os estudantes devem mostrar habilidade e técnica, finalizando o funcionamento e fazendo com que o sistema funcione por completo. Para o avaliador do Senai, Kallyl Pereira Granemann, a Olimpíada serve de parâmetro para o Senai e, é uma referência para a indústria da região. “É uma experiência única, não há segunda oportunidade. Por isso, que os estudantes precisam se preparar muito. O resultado alcançado na competição renderá frutos na vida pessoal e profissional desses alunos”.

Outro avaliador, o professor Adilson Soares complementa dizendo que o conhecimento adquirido durante o treinamento para a Olimpíada é comparado há dois anos de experiência em uma empresa. “Esse treinamento, a competição em si, ensina a preparar para a indústria. A situação problema que os participantes tem que resolver está preparando eles para a realidade do mercado de trabalho”.


ENQUTE: VOCÊ É A FAVOR DA EXTINÇÃO DO HORÁRIO DE VERÃO?

Você é a favor da extinção do horário de verão?
Sim
Não

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia

Economia e Política

Enquete: qual candidata você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2017?