JASC será lançado em Lages no final de julho

O orçamento geral e a data de lançamento dos JASC 2017 foram definidos faltando 122 dias para o início das competições.

Por ASCOM PML,
em Lages/SC

📷 Marcelo Pakinha / ASCOM PML

O
Conselho Estadual de Desportos de Santa Catarina já definiu para o dia 27 de julho, no Ginásio Jones Minosso, o lançamento dos 57º JASC, bem como o valor dos recursos gerais para custeio das competições: R$ 2,5 milhões.

Programados para Lages, de 3 a 11 de novembro, os JASC reunirão em torno de 7 mil atletas representantes de municípios de todas as regiões do Estado de SC. Cerca de 400 pessoas farão parte da organização geral dos jogos.Na página da Fesporte, na internet, estão publicados os regulamentos geral e técnico desta competição desportiva.

O presidente da CCO dos JASC, o vice-prefeito, Juliano Polese, disse que o objetivo a ser alcançado é o resgate do verdadeiro espírito dos jogos, buscando a participação da comunidade estudantil. “Vamos tentar envolver os estudantes, levando algumas competições para ginásios escolares. Estudantes também serão liberados das aulas, em determinadas competições, para conhecerem os jogos”, frisa.

Embora Lages já tenha sediado os JASC em três outras oportunidades (1966, 1981 e 2002), organizar e realizar competições de tal nível, sempre surge como um grande desafio. Inúmeras obras precisam ser realizadas e isso já envolve toda a máquina administrativa da prefeitura do município polo da Serra Catarinense.

Três licitações já foram publicadas, visando a implantação do piso modular multiusode quadra poliesportiva, substituição de cobertura do Ginásio Jones Minosso e a compra de tabela de basquete para o Ginásio Ivo Silveira, o qual, terá uma quadra nova e exclusiva para os jogos de basquete dos JASC. Estas três licitações envolvem recursos no valor de R$ 479, 120,00.

No entanto, obras que não necessitam de licitação direta já estão sendo executadas, como por exemplo, a readequação da pista de atletismo existente no entorno do campo de futebol do Estádio Municipal Vidal Ramos Júnior. Parte desta pista está sendo literalmente desenterrada. Ela havia sido aterrada quando das obras de ampliação do campo de futebol. Agora, devidamente readequada para os JASC, nela poderá ser disputada a prova dos 3 mil metros, com obstáculos.

A infraestrutura geral dos JASC envolverá ginásios e praças esportivas administradas pela prefeitura e pelo Estado, bem como, por clubes de serviços e escolas particulares. Somente no Clube Caça e Tiro haverá a competição de 32 modalidades esportivas.Já no Parque Conta Dinheiro serão implantadas três canchas de bocha, com piso sintético, onde serão disputadas 27 partidas por dia, durante esta competição.

Ao menos três modalidades desportivas levarão os atletas para a área rural de Lages. Pistas de bicicross, donhill ecross country estão sendo construídas em fazendas.Ao todo, 56 escolas estarão envolvidas nos JASC. Muitas delas serão usadas como locais de alojamentos e treinamentos de atletas. As obras que compreendem as adaptações desses alojamentos iniciarão em setembro deste ano.

O encerramento dos JASC 2017 será também no Jones Minosso, com a partida final do futsal feminino.

Kalu, o conselheiro da CCO viveu vários Jogos Abertos

O desportista Luiz Carlos Gonzaga Barbosa (Kalu) é o conselheiro da Comissão Central Organizadora dos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC), de 3 a 11 de novembro deste ano, em Lages. Kalu já participou, seja como atleta, técnico ou membro da CCO, de 35 edições de Jogos Abertos, tendo iniciado em competições desportivas regionais em 1966, na cidade de Tupã, no Estado de São Paulo. Foi atleta de futsal, basquete e vôlei, e atuou como técnico esportivo em dez jogos abertos. E como treinador do time do Caça e Tiro foi a primeira equipe lageana, em 1978, a vencer a consagrada equipe do Hélio Moritz (disputava campeonato nacional da modalidade).

Em 1981 aceitou convite do então prefeito, Dirceu Carneiro, para ser o secretário executivo da CCO dos JASC, oportunidade em que pela segunda vez Lages sediaria a importante competição. “Naquela época, em relação a organização dos jogos, era tudo mais facilitado, não era necessário licitar as obras, e assim, as coisas andavam bem mais rápido, porém, para se divulgar o resultado dos jogos, levava-se mais tempo. Hoje estamos na era digital, em que as informações são instantâneas”, avalia Kalu.

Ele lembra que em 1981 e 2002, Lages ficou em quarto lugar na pontuação geral dos JASC. Já em relação ao basquetebol, Kalu se atreve a dizer que “onde teve, sempre terá”, ou seja, acredita que Lages poderá novamente surpreender e formar equipe competitiva nesta modalidade. O basquete lageano foi dez vezes campeão dos JASC, além de ter vencido campeonato sul-americano e brasileiro (na década de 1980).

Além do basquete, as maiores chances de Lages, em “medalhar” nos JASC deste ano, segundo opinião de Kalu, será no futsal feminino (com as Leoas), vôlei de areia e atletismo feminino.Kalu é aposentado da PML desde 1978, como professor de Educação Física.

“A CCO dos JASC é formada por prerrogativa do Chefe do Executivo do município sede dos JASC e o superintendente da FME-Lages, Nilson Cruz, faz parte do Conselho Estadual de Desportos”, informa Kalu.

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia

Enquete: qual candidata você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2017?

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages