Vereadores questionam Executivo sobre área do Condomínio Ponte Grande

Jair Júnior e Jean Pierre, ambos do PSD, questionam prefeito Antonio Ceron (PSD) sobre a área onde fica o condomínio que no início do mês foi atingido pela cheia do rio Ponte Grande.

Por LAGES DIÁRIO,
em Lages/SC

📷 5ª Cia BAPM / Divulgação

N
a sessão da última segunda-feira, 26, a Câmara aprovou o documento de pedido de informação de autoria dos vereadores Jair Junior e Jean Pierre, ambos do PSD, que questiona o Poder Executivo do município de Lages, sobre o terreno onde foram construídas as casas do Condomínio Ponte Grande, na Várzea, zona Leste de Lages, que no início do mês foi um dos locais mais atingidos pela cheia do rio Ponte Grande.


O condomínio foi construído para receber cerca de 200 famílias, que em virtude das obras de implantação do Complexo Ponte Grande, tiveram que deixar suas casas e hoje vivem no aluguel social. Mas, as imagens áreas feitas no local no início do mês surpreenderam muitas pessoas devido a quantidade de água que invadiu o terreno.

Serão ao todo dez perguntas que serão encaminhadas ao prefeito Antonio Ceron (PSD), entre elas, se houve um estudo técnico no local e também se no início da construção, foi analisada a possibilidade de enchente.

As obras do Complexo Ponte Grande começaram ainda em 2012, no início da administração Elizeu Mattos/Toni Duarte (PMDB/PPS) e desde então passaram por diversas fases entre períodos de ritmo acelerado e outras completamente paradas. O residencial começou a ser feito no final de 2015 e estão praticamente prontas, esperando a conclusão do acesso ao residencial que teve o processo de licitação no final de maio.

Confira as perguntas encaminhadas ao prefeito Antonio Ceron:


1.     Qual foi o critério utilizado para a compra do terreno e de quem foi adquirido o terreno?
2.    Houve estudo técnico no local? Qual profissional ou empresa responsável pelo levantamento técnico?
3.    Houve preparação do terreno previamente à construção das casas do condomínio ou a área foi utilizada da mesma como se encontrava quando da aquisição? Se sim, qual método utilizado?
4.    No início da construção, foi analisada a possibilidade de enchente?
5.    Considerando o projeto inicial do condomínio há ações ou medidas que deixaram de ser realizadas ou que ainda podem ser executadas de modo a evitar que a área não volte a ser alagada?
6.    É possível quantificar os prejuízos advindos no condomínio com as recentes cheias ocorridas no município?
7.    As enchentes que recentemente atingiram a área do condomínio comprometeram de alguma forma a retomada das obras do condomínio Ponte Grande?
8.    Em quanto tempo será concluída as obras do Condomínio Ponte Grande?
9.    Com a conclusão das abras do complexo Ponte Grande, com o desassoreamento do rio e túnel, não haverá mais enchentes?

10.  Em que fase se encontra e qual a previsão de conclusão das obras do complexo Ponte Grande?

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia

Enquete: qual candidata você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2017?

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages