Sobe o nível do rio Carahá e o número de desabrigados em Lages

Última medição realizada às 18h30 mostra que o rio Carahá atingiu 7,13 metros acima do nível normal.
Número de desabrigados subiu para 251 pessoas que estão alocadas em sete abrigos.

Por LAGES DIÁRIO,
em Lages/SC

📷 Rio Carahá transbordou na região dos bairros Caça e Tiro, e Habitação, na zona Leste de Lages. (Foto: Carlos Alberto Becker / ASCOM PML)

A
Defesa Civil divulgou no final da tarde desta segunda-feira (5), um relatório atualizado da situação em Lages provocada pela chuva que caiu ao longo do domingo e durante alguns períodos desta segunda-feira. A situação é crítica devido aos níveis dos rios Caveiras, Carahá e Ponte Grande continuar subindo, o rio Carahá, principal rio que corta o perímetro urbano de Lages chegou às 18h30 em 7,13 metros acima do nível normal e encobre as pontes de acesso aos bairros Caça e Tiro e Habitação. O número de desabrigados subiu para 251 pessoas que estão alocadas em sete abrigos ativos na cidade.


Segundo a Defesa Civil, são 12 bairros mais afetados, sendo que no Caça e Tiro, Várzea e Habitação a situação é crítica. O Ferrovia está praticamente ilhado devido ao transbordamento do rio Ponte Grande. Para ter acesso de carro ao bairro, somente pelo bairro Penha passando pela Malke. Ao todo, são mais de 6 mil afetados pela chuva em Lages.

A situação é preocupante devido ao nível do rio Carahá continuar subindo devido aos efeitos do refluxo, ocasionado pelo represamento do rio Carahá quando deságua no rio Caveiras que também está com seu nível elevado. O acesso à Coxilha Rica pela estrada do Guará está desde a manhã desta segunda-feira (5), interditado devido a muita água sobre a estrada.

Aulas suspensas

A rede municipal e estadual de ensino mantiveram suspensas as aulas nesta terça-feira (6), assim como foi durante toda a segunda-feira (5). A situação é crítica e a intenção de acordo com a Secretaria Municipal de Educação e da ADR Lages é a de manter a integridade de alunos, professores e funcionários.

Confira a situação nos abrigos ativos em Lages

• 30 – Associação dos Moradores do bairro Guarujá (lotado)
• 65 – Sede do Pinheirinho (BR-282)
• 50 – Ginásio Jones Minosso, no bairro Universitário
• 22 – Associação de Moradores do bairro Universitário
• 60 – Associação de Moradores do bairro Habitação
• 24 – Associação de Moradores do bairro Caça e Tiro

Total de desabrigados: 251 pessoas


Contatos com a central de atendimento da Defesa Civil que funciona no segundo piso do Terminal Rodoviário, ou então pelos números 199 ou (49) 98406-4037. 

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia

Enquete: qual candidata você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2017?

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages