Nível do rio Carahá está baixando, mas previsão é de mais chuva

Previsão indica entre 30 a 60 milímetros somente hoje em Lages, por isso, a Defesa Civil continua monitorando a situação dos rios e das encostas.

Por LAGES DIÁRIO,
em Lages/SC


📷 Carlos Alberto Becker / ASCOM PML

A
pancada de chuva na manhã desta quinta-feira (8) surpreendeu muitos os lageanos pela força e rapidez que chegou e também passou, a pancada acompanhada de rajadas de vento durou pouco mais de dez minutos, mas foi o suficiente para derrubar árvores em alguns pontos da cidade, como na avenida Belizário Ramos (Carahá) com a rua Sete de Setembro e também nos fundos da Rodoviária Dom Honorato Piazerra e também no bairro São Miguel. O que preocupa é que há a previsão de mais chuva para esta quinta-feira, e a Defesa Civil está monitorando a situação, principalmente o nível do rio Carahá – que na última medição estava em 5,11 metros acima do normal – e também as encostas já que o solo ainda está muito encharcado.


A previsão do tempo indica que nesta quinta-feira (8), a precipitação deve ficar entre 30 a 60mm e deve ser acompanhada com rajadas de vento entre 50 a 70 quilômetros por hora. Por isso, o órgão orienta que em qualquer situação de emergência relacionada às chuvas, acione imediatamente o 199 ou (49) 9 8406-4037.

No último relatório, a Defesa Civil informou que estão nos sete abrigos municipais 321 pessoas. Os locais destes abrigos são: as associações dos moradores dos bairros Habitação, Caça e Tiro, Universitário, Ferrovia, Guarujá, além do ginásio Jones Minosso e a Sede do Pinheirinho, na BR-282. O secretário-executivo da Defesa Civil de Lages, Jean Felipe de Souza, pontua que a intenção é que os abrigos comecem a ser desativados, assim que a previsão do tempo comece a melhorar, o que está previsto para esta sexta-feira (9). “A ideia é começar a desativar os abrigos, principalmente onde estão abrigadas pessoas que moram no bairro Passo Fundo, pois naquele local houve somente enxurrada e as pessoas terão condições de voltar para casa. No Habitação e Caça e Tiro, só depende de uma avaliação para então se liberar as pessoas”, salienta Jean.

Donativos continuam chegando ao ginásio Jones Minosso

O lageano e moradores de outros municípios têm se mostrado muitos solidários e donativos não param de chegar no ginásio Jones Minosso, onde foi montado uma força-tarefa para triagem e montagem dos kits que a princípio seriam entregues nesta quinta-feira (8) às famílias atingidas, mas como voltou a chover, isso não foi possível. Durante a manhã foi entregue os donativos aos presidentes das associações de moradores. São cestas básicas e kits de limpeza doméstica.

Ao longo de toda a quarta-feira foram realizadas o cadastramento para a retirada dos repasses feitos pela própria Defesa Civil para serem distribuídos às famílias atingidas. “Os presidentes das associações fizeram um levantamento em seus bairros e nos repassaram a demanda. Nós encaminharemos às informações ao Tita, presidente da União, e haverá o direcionamento a cada presidente conforme seus pedidos”, informa Jean Felipe.


Neste momento, toda doação é bem vinda, mas o de extrema-necessidade continua sendo alimentos não perecíveis. Mas roupas, calçados, colchões, cobertores, roupas de cama (lençóis, travesseiros e fronhas), toalhas de banho e de rosto, materiais de higiene pessoal e de limpeza também são necessários. Tudo pode ser levado até ao QG montado no ginásio Jones Minosso, no bairro Universitário.

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia

Enquete: qual candidata você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2017?

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages