Cássio pega pênalti, e Corinthians derrota Grêmio e abre distância do vice

Em jogo truncado no meio, Grêmio cria as melhores chances, mas Corinthians aproveita vacilo da defesa gremista e Jadson garante e a vitória do Timão que abre quatro pontos para o vice, Grêmio.

Por LD ESPORTES,
em Porto Alegre/RS

📷 Wesley Santos / Agência PressDigital

M
ais de 54 mil pessoas foram a Arena do Grêmio, em Porto Alegre, para acompanhar o jogo chamado por muitos de “final” antecipada do Brasileirão Série A 2017. Em campo, Grêmio e Corinthians, vice-líder contra líder do campeonato se enfrentaram e após um jogo de melhor ataque (Grêmio) contra melhor defesa (Corinthians), a melhor defesa saiu vencedora com gol de Jadson no início da segunda etapa. O Grêmio ainda teve a chance de empatar, mas Luan desperdiçou pênalti defendido por Cássio.


Com a vitória, o Corinthians abre quatro pontos de vantagem para o vice-líder Grêmio e dez pontos do terceiro, o arquirrival Palmeiras que venceu a Ponte Preta. Na próxima rodada, o Corinthians recebe na Arena, em Itaquera, o Botafogo, e o Grêmio enfrenta o Palmeiras, no Allianz Parque, em São Paulo.

O jogo

Com o intuito de assumir a liderança e acabar com a invencibilidade do Corinthians que no Brasileirão ainda não havia perdido, o Grêmio foi para cima e controlou boa parte da primeira etapa, com 58% de posse de bola, a equipe comandada por Renato Gaúcho explorava bem o ataque e a maioria dos lances passavam pelos pés do craque do time, Luan, mas a primeira grande chance de gol foi do lado do Corinthians. Paulo Roberto roubou a bola e foi avançando e entrou na área e chutou forte, Marcelo Grohe fez uma grande defesa e Cortêz afastou para o escanteio, evitando que Jadson chegasse para marcar. Mas o Grêmio respondeu com o zagueiro Geromel que recebeu cruzamento na área e sozinho dentro da pequena área acabou chutando pra fora.

A primeira etapa foi truncada com muita jogada trabalhada no meio campo. O Grêmio não conseguia desenvolver como gostaria devido a marcação do Corinthians e o Timão não conseguia avançar devido a marcação alta dos jogadores do Grêmio. Jadson e Rodriguinho pouco criaram pelo lado corintiano. Já do lado gremista, Luan conseguia fazer boas jogadas, mas sem muito objetivo em direção ao gol. Resultado da primeira etapa, 0 a 0.

Segundo tempo movimentado

Grêmio e Corinthians voltaram para a segunda etapa sem muitas alterações na forma de jogar, enquanto um tentava explorar o seu lado mais forte, ou seja, o ataque, o outro se mantinha executando o lado mais eficiente, a defesa, não que o ataque não seja, afinal o Corinthians é o segundo melhor ataque da competição. Mas o Corinthians em um lance de marcação mais em cima, conseguiu abrir o placar aos seis minutos com o meia Jadson. O volante Paulo Roberto arrancou em velocidade, invadiu a área e cruzou, o atacante Jô fez o corta-luz e Jadson chegou chutando, a bola passou por entre as pernas do goleiro Marcelo Grohe.

O Grêmio que já era superior ao Corinthians na posse de bola, transformou o jogo em pressão, tudo em busca do gol. Luan virou o protagonista negativo da partida ao perder um gol cara a cara com Cássio dentro da pequena área, mas o lance capital seria já nos minutos finais da partida quando aos 38 minutos, Marquinhos Gabriel puxou a camisa de Pedro Geromel, pênalti marcado e na cobrança chutou a meia altura e fraco, facilitando a vida de Cássio que defendeu e no rebote, Balbuena afastou para o escanteio.

O time gaúcho ainda teve outras chances, mas sem grande perigo a meta defendida por Cássio que se sagrou o herói da partida, pois em outras oportunidades fez boas defesas.

Invencibilidade


Se o Corinthians chegou 23º jogo sem perder, o mesmo não pode dizer do Grêmio que perdeu a primeira partida no ano em sua Arena. O time de Renato Gaúcho não perdia na Arena do Grêmio desde dezembro do ano passado, quando o time reserva perdeu para o Botafogo, de lá para cá, foram 18 jogos, até este domingo quando perdeu para o líder do Brasileirão.