Sobe para 31 pessoas o número de desabrigados por causa da chuva em Lages

Defesa Civil agora está recebendo doações para atender as famílias atingidas pela chuva na cidade.
                                                                                            
Por LAGES DIÁRIO,
em Lages/SC

📷 Marcelo Pakinha / ASCOM PML
A
chuva que cai sobre Lages desde a última sexta-feira (26) fez com que os rios transbordassem em alguns pontos e provocassem alagamentos em diversos pontos da cidade. A situação mais crítica no momento fica nos bairros Habitação e Caça e Tiro, onde o rio Carahá não está escoando mais devido ao seu represamento ao desaguar no rio Caveiras que está acima do seu nível normal. Com isso, a água começa a invadir terrenos e algumas casas ribeirinhas. No último relatório da Defesa Civil divulgado na tarde desta terça-feira (30), 31 pessoas estavam desabrigadas e foram encaminhadas para os abrigos acionados pelo órgão nas associações dos bairros Habitação e Caça e Tiro, na zona Leste.


Segundo relatório da Defesa Civil, desde o último sábado (27), já foram realizados 116 atendimentos ocasionados pela chuva intensa que cai na região. São casos de destelhamento, socorro e retirada de famílias, alagamentos, sinalização de vias, queda de muros e deslizamentos.

Doações

A Defesa Civil já está recebendo doações de materiais de limpeza, roupas e colchões para atender as famílias atingidas pelas chuvas, seja nos abrigos ou as que preferiram ficar nas residências, o órgão está auxiliando as vítimas. Para contribuir, a doação de materiais de limpeza (água sanitária, esponja desinfetante, balde, vassoura, sabão em pó), cestas básicas, roupas de cama, colchões, entre outros itens necessários neste momento, pode levar diretamente na Defesa Civil que fica localizada no segundo piso da Rodoviária Dom Honorato Piazerra, na avenida Dom Pedro II, no bairro Universitário.

Ocorrências


Está em área de risco ou conhece alguém que está, ou sua rua ou terreno está alagada ou corre risco de ser atingido por deslizamento, ligue imediatamente para a Defesa Civil através dos telefones: 199, 9 8406-4037 e 3222-9661.