“Sem previsão de volta”, anuncia O Rappa em rede social

Pausa da banda será depois da turnê em fevereiro, antes eles se apresentam na 29ª Festa Nacional do Pinhão no dia 15 de junho.

Por LAGES DIÁRIO,
em Lages/SC

📷 Divulgação / O Rappa

O
Rappa anunciou nesta quarta-feira (3) que irá fazer uma pausa na carreira “sem previsão de volta”, porém deverá terminar a agenda de shows que segue preenchida até fevereiro de 2018, entre as últimas cidades do país a receber o grupo liderada por Marcelo Falcão está Lages, na Serra Catarinense, onde eles se apresentarão no dia 15 de junho, na 29ª Festa Nacional do Pinhão. Os motivos para tal decisão não foram detalhados pelo grupo.


A banda que atualmente é formada por Marcelo Falcão (vocal), Xandão (guitarra), Lauro (baixo) e Marcelo Lobato (teclados) já havia parado entre 2009 e 2011 e estão em turnê divulgando o mais recente trabalho do grupo, o “Acústico Oficina Francisco Brennand”, de 2016. O disco mais recente de inéditas foi “Nunca tem fim...”, de 2013. O bateirista e letrista original, Marcelo Yuka, deixou a banda em 2001.

Confira na íntegra o comunicado da banda no Facebook

“Salve família!

Desde que voltamos aos palcos em outubro de 2011, vivemos experiências incríveis. Talvez as mais importantes desses mais de 20 anos de carreira. Viajamos o Brasil de ponta a ponta, lançamos dois discos, emendamos quatro turnês internacionais que incluíram um Lollapalooza nos EUA, mais de dez datas na Europa, três na Austrália e uma na Nova Zelândia.

Vimos nossos fãs crescerem, construírem famílias e trazerem filhos e netos para os shows.

Além disso, nossas redes sociais nos aproximaram de vocês, os fãs mais “crazy” do planeta!

Mas chegou a hora de dizer que vamos parar e, desta vez, sem previsão de volta. A boa notícia é que vamos terminar essa turnê. Os shows estão confirmados até fevereiro de 2018.

Esperamos ver todos nossos fãs nestes shows. Fiquem ligados na nossa agenda.

O nosso muito obrigado a cada um de vocês pelo carinho e dedicação de sempre!


Marcelo Falcão, Marcelo Lobato, Lauro Farias e Xandão Meneses”.