Projeto visa ampliar arborização urbana

A meta é o plantio de 20 mil mudas de árvores nativas em um período de quatro anos.

Por ASCOM PML,
em Lages/SC

📷 Carlos Alberto Becker / ASCOM PML

A
Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente  já protocolou junto ao Ministério Público projeto de arborização urbana, o qual prevê o recebimento de mudas de árvores nativas advindas de medidas compensatórias que recaem sobre aqueles que degradam o meio ambiente. Medidas estas envolvendo tanto o Ministério Público como a Fundação do Meio Ambiente (Fatma) e a Defesa Civil.


Cerca de 400 mudas de ipê, aroeira salsa, araçá, dentre outras espécies nativas, já estão plantadas às margens de ruas, avenidas, praças e logradouros públicos, mas a meta é alcançar o plantio de 20 mil mudas em quatro anos. “O projeto visa transformar Lages numa das cidades mais arborizadas e floridas de Santa Catarina. A população com certeza vai perceber essa mudança”, fala o secretário de Serviços Públicos e  Meio, Euclides Mecabô (Tchá-Tchá).

No Horto das Flores, no bairro da Várzea, técnicos do Meio Ambiente cultivam mudas de araucária. Estas mudas serão plantadas em locais apropriados como o Parque Ecológico, em compensação às árvores adultas que necessariamente têm de ser suprimidas. Geralmente são árvores que apresentam perigo de queda, em locais públicos, ou com o crescimento ou desenvolvimento comprometido.