Escola modelo: inaugura dia 18, o Núcleo Municipal Rotary em Curitibanos

Os investimentos passam da ordem dos R$ 3 milhões, a escola modelo atenderá mais de 500 alunos.

Por LAGES DIÁRIO,
em Lages/SC

📷 ASCOM / Prefeitura de Curitibanos

I
naugura no próximo dia 18 em Curitibanos, no Meio Oeste catarinense, o Núcleo Municipal Rotary, considerada a escola modelo da cidade e que atenderá mais de 500 alunos em uma área de cerca de três mil metros quadrados. O estabelecimento de ensino passou de seis para 17 salas de aula, pátio coberto de 600m², sala de informática, biblioteca, banheiros, refeitório, cozinha, sala de professores, área para funcionários, bloco de secretaria e direção. Os investimentos passam da ordem dos R$ 3 milhões, oriundos da prefeitura.

A obra iniciou em 2015, a nova escola foi projetada para atender os alunos em tempo integral, e seguiu todas as normas de qualidade, tanto na questão de acessibilidade, modelo estrutural e sustentabilidade. Segundo o prefeito de Curitibanos, José Antonio Guidi, a iniciativa de construir uma unidade totalmente nova deu-se pelo aumento no número de alunos e pelo antigo projeto que acumulava problemas estruturais e comprometia a qualidade do ensino.

“Os alunos terão a oportunidade de vivenciar um projeto inovador e que foi criteriosamente elaborado para garantir ainda mais conforto e qualidade aos nossos alunos”, destaca o secretário de Educação Kleberson Lima.

História e a modernização através da sustentabilidade

O Núcleo Municipal Rotary completa neste ano 40 anos de fundação, primeiramente chamada de Escola Isolada do bairro Marcelinense, localizada no bairro Peretto, hoje Bairro Bosque, a escola foi fundada pelo Rotary Club do município e com o passar dos anos e aumento gradativo no número de alunos passou por mudanças e melhorias. A primeira dela foi quando ela foi ampliada e passou a se chamar Escola Reunidas Rotary.

A grande mudança foi em junho de 1991, quando a escola foi municipalizada, e passou então para a nomenclatura que leva até hoje.

Com a totalmente remodelada, a escola passa a ser também um prédio moderno e ligado a sustentabilidade. Em toda ela foram instaladas cisternas com capacidade para armazenar até 20 mil litros de água da chuva, com isso, a água acumulada nestas cisternas poderão ser usadas para lavar todo o pátio, e utilizada também nos banheiros, gerando uma economia de até 32%, além de diminuir o impacto ao meio ambiente. Isso não interferirá no fornecimento de água por parte da companhia responsável.

Há ainda um projeto para energia solar que deve ser implantado no próximo ano. Segundo o prefeito de Curitibanos, o investimento seria de R$ 950 mil, sendo que o valor seria recuperado em menos de seis anos com a economia com energia elétrica, já que a escola passaria a ser 100% alimentada por energia solar. 

ERRATA: Diferentemente do que o Lages Diário publicou, a inauguração ocorrerá no dia 18 de maio, uma quinta-feira e outra informação era sobre os recursos, os investimentos de R$ 3 milhões foram exclusivamente oriundos da Prefeitura de Curitibanos.