Destino correto do lixo na região central de Lages é discussão entre entidades

Representantes da CDL Lages, Secretaria de Meio Ambiente, da Serrana Engenharia e a Eco Centro Sul estiveram reunidos para discussão sobre o tema.
                                                                                            
Por CLAINE ANDRADE de CATARINAS COMUNICAÇÃO,
em Lages/SC

📷 Catarinas Comunicação / Divulgação

D
urante esta semana estiveram reunidos na Câmara de Dirigentes Lojistas de Lages (CDL)  os entes atuantes na coleta e gestão do lixo urbano do município. Participaram da reunião representantes da  CDL Lages, Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente,  concessionária da coleta em Lages, Serrana Engenharia e a Eco Centro Sul, empresa atuante na gestão e processamento de resíduos eletrônicos. Eles discutiram soluções para os problemas gerados pela má destinação do lixo em toda a cidade, mas principalmente, no Centro de Lages.


A CDL realiza há mais de seis anos os projetos Recicla CDL e Recicla CDL na Escola, este último, idealizado pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (Fcdl/SC), com o objetivo da conscientização e da mobilização da população sobre o destino correto do lixo.

Conscientização e concentração da retirada do lixo em um horário comum são apontadas como das soluções

O secretário Municipal de Meio Ambiente, Euclides Mecabô, trouxe para discussão um problema recorrente que é o depósito do lixo pelos comerciantes e moradores em horários diferentes ou muito distantes do estabelecido para a coleta pela empresa Serrana Engenharia. “O lixo se torna um problema a partir de sua existência, e o produtor deste resíduo, busca se livrar dele o mais rápido possível mas, a forma como esse destino é feito pode gerar outros problemas e, por isso, precisamos contar com o bom senso e apoio da população", contextualiza o secretário.

Como solução, diversas propostas estão em discussão como a adaptação do horário de coleta pelos caminhões da empresa concessionária e o lançamento de uma campanha de conscientização sobre a responsabilidade de quem gera lixo e descarta de maneira inadequada e, principalmente, do depósito do lixo nos pontos de coleta no horário estabelecido. 

Retomada do Projeto Recicla CDL

Um dos grandes problemas relacionados ao destino do lixo, principalmente nas regiões periféricas de Lages, é o depósito de resíduos eletrônicos. São eletroeletrônicos diversos que deixam de cumprir sua função nos lares e acabam, por falta de consciência e até de informação da população, tomando o destino errado, sendo deixados em terrenos baldios e outros espaços urbanos.

O recicla CDL promove há quatro anos a coleta de lixo eletrônico, em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente, associações de moradores e empresa Eco Centro Sul. Nesse período,  já coletou cerca de seis toneladas de resíduos eletrônicos.

O projeto retorna às atividades com ações que serão apresentadas para todo o próximo segundo semestre de 2017. "Pretendemos levar os meios de se fazer o descarte correto ao cidadão. Disponibilizar informações e o local adequado para descarte deste tipo de lixo. Desta forma,  aos poucos as pessoas vão  se conscientizar do seu papel e responsabilidade”, esclarece  o diretor executivo da CDL Lages, Jhonathan Roberto.

Destaca ainda que articulação das organizações e somada à consciência e bom senso da população são peças chaves para o sucesso desta ação em benefício à cidade de Lages.


Legenda: Reunião entre CDL, Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente e empresas coletoras de resíduos articula ações em prol da cidade de Lages.

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia

Enquete: qual candidata você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2017?

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages