Campanha de vacinação contra gripe é prorrogada até 9 de junho

O alerta é para que as pessoas ainda pendentes sobre a vacina procurem o local mais próximo o mais breve possível para não ficar de fora da proteção gratuita.

Por ASCOM PML,
em Lages/SC

📷 Divulgação

A
Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (gripe), que teria seu término nesta sexta-feira (26), foi prorrogada até o dia 9 de junho. A prorrogação tem como objetivo alcançar a meta de imunizações no município, que é de 35 mil pessoas dentro dos grupos prioritários. Até o meio da tarde desta sexta, foram vacinadas aproximadamente 25 mil pessoas, faltando dez mil para receberem a dose.


As vacinas estão sendo oferecidas gratuitamente diretamente na Vigilância Epidemiológica, setor ligado à Secretaria Municipal de Saúde, e também nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) espalhadas pelos bairros. A secretária municipal da Saúde, Odila Waldrich, explica que, dentro das 35 mil doses da vacina destinadas aos grupos prioritários, cerca de 11 mil foram aplicadas nos professores, que neste ano entraram na campanha.

Quem faz parte dos grupos prioritários

Nestes grupos estão idosos a partir de 60 anos, crianças de seis meses a cinco anos de idade, portadores de doenças crônicas e outras doenças que comprometam a imunidade, gestantes, puérperas (mulheres que estão no período de até 45 dias após o parto), profissionais da saúde, pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional e professores de escolas públicas ou privadas.

Dentro dos grupos com comorbidades (presença ou associação de duas ou mais doenças no mesmo paciente), entram portadores de doenças respiratória, cardíaca, renal, hepática e neurológica em grau crônico, também obesos, diabéticos, transplantados e pessoas com imunisupressão.

Imunização gratuita

A vacina disponível no Sistema Único de Saúde (SUS) protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no país: A/H1N1; A/H3N2 e influenza B. A orientação é de que os grupos prioritários devem se vacinar todos os anos, já que a imunidade contra os vírus cai progressivamente. Além disso, o vírus da gripe passa por mutações frequentes.


O alerta é para que as pessoas ainda pendentes sobre a vacina procurem o local mais próximo o mais breve possível para não ficar de fora da proteção gratuita. Paralelo à vacinação contra a gripe estão sendo realizadas vacinas de reforço, principalmente contra o tétano e hepatite B, colocando o calendário de vacinas da população em dia.

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia

Enquete: qual candidata você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2017?

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages