Manifestantes atrasam saída dos ônibus do transporte coletivo em Lages

Ônibus que saía para buscar motoristas e cobradores para mais um dia de trabalho foi impedido, pois manifestantes passaram cadeado nos portões da empresa.

Por LAGES DIÁRIO,
em Lages/SC

📷 Divulgação

A
greve geral marcada para esta sexta-feira (28) movimentou o País e isso não foi diferente em Lages, na Serra Catarinense. O primeiro registro de manifestação ocorreu na porta da garagem da empresa Transul – empresa responsável pelo transporte coletivo em Lages – no bairro Coral, na zona Norte da cidade. Cerca de 50 manifestantes bloquearam os portões de saída da empresa e o ônibus que iria buscar os motoristas e cobradores para o trabalho não pode sair.


Segundo a empresa, a Polícia Militar foi acionada por volta das 06h para tentar fazer com que os portões fossem liberados. Após cerca de uma hora de negociação, o ônibus pode sair do local. Mas algumas linhas ficaram prejudicadas para atender os passageiros. Pela manhã, passageiros dos bairros Guarujá, Tributo, Pisani, entre outros relataram nas redes sociais que chegaram atrasados em seus respectivos locais de trabalho devido ao atraso dos ônibus ocasionado pela manifestação na garagem.

Os manifestantes queriam que os motoristas aderissem à greve, porém os profissionais não aceitaram.

Ao longo da tarde, a empresa retirou os ônibus mais novos das ruas e colocou em algumas linhas ônibus mais usados como forma de precaução se houvesse casos de atos de vandalismo, que não ocorreu, pois as manifestações na cidade se deram de forma pacífica. No fim do dia, o terminal urbano foi fechado. Os manifestantes ficaram no portão de saída. Segundo um dos integrantes do manifesto, a decisão de os ônibus saírem pelo mesmo portão de entrada do terminal partiu da própria empresa. 

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia

Enquete: qual candidata você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2017?

Música