Jacinto Bet participou da reunião semanal da Acil

Diretor executivo da Coordenação de Segurança e Trânsito (Diretran) pontuou sobre as melhorias previstas para o trânsito de Lages.

Por LAGES DIÁRIO*,
em Lages/SC

📷 Débora Puel / Puel Assessoria

N
a noite da última segunda-feira (17), na reunião semanal da Associação Empresarial de Lages (Acil), o convidado foi o diretor executivo da Coordenação de Segurança e Trânsito (Diretran), Jacinto Bet, do qual pontuou sobre as melhorias que devem ser executadas para a melhoria do trânsito em Lages. Segundo ele, a cidade conta hoje com mais de 105 mil veículos e foi má planejada e ainda tem que trabalhar uma questão que ainda atrapalha bastante, a má educação da maioria dos motoristas de Lages.


Jacinto Bet avaliou os quatro meses à frente do trânsito de Lages e que muitas questões já estão sendo estudadas e outras estão previstas. Na avenida Luís de Camões, o secretário já adiantou que serão realizadas algumas alterações como duas rótulas a serem instaladas no cruzamento com a rua Getúlio Vargas (antigo Posto Rex) e ainda em frente ao Parque de Exposições Conta Dinheiro, e ainda uma fuga de saída a ser implantada em frente ao Hospital Infantil Seara do Bem (HISB).

O diretor ainda informou que serão implantadas em vias com grande fluxo de veículos, faixas elevadas para pedestres, entre elas, na frente da Unifacvest e a Caixa Econômica Federal, na avenida Marechal Floriano. “Há muita coisa para ser consertada”, disse Jacinto Bet, que também explicou sobre as faixas de segurança para pedestres que deverão ser recuadas, pois segundo ele, os motoristas tem que parar sobre a faixa para poder ter visibilidade se a passagem está livre.

Ciclofaixa da Papa João XXIII


Uma das principais reclamações dos motoristas lageanos é a ciclofaixa implantada na administração de Elizeu Mattos na avenida Papa João XXIII quando esta foi revitalizada. Atualmente ela está implantada no sentido de quem sobe sentido Centro/Petrópolis, para o diretor Jacinto Bet, a ciclofaixa “foi implantada equivocadamente em uma pista que poderia ser de rolamento. Já passamos para o Seplan para que estude e passe a ciclovia para o lado de descida ou parte da calçada”, salientou Jacinto Bet.

*Com informações de Débora Puel, da Puel Assessoria de Imprensa