Inter de Lages se complica no estadual após derrota para o JEC: 3 a 1

Inter sofre gol de pênalti no primeiro tempo, melhora no segundo tempo, empata, mas acaba tomando mais dois gols e agora torce pra Chape vencer o Metropolitano

Por LAGES DIÁRIO,
em Joinville/SC

📷 Momento do gol de Max para o Inter de Lages quando a partida ficou em 1 a 1. (Foto: Reprodução / RBS TV / Premiere FC)

A
tarefa não era fácil para o Inter de Lages, vencer na Arena um dos postulantes ao título do returno, o JEC e após um jogo de campo pesado (choveu em Joinville neste sábado), o Inter saiu atrás do placar, mas conseguiu reagir no segundo tempo, chegou a empatar, mas no final acabou tomando mais dois gols e agora torce para uma vitória da Chapecoense contra o Metropolitano.

Com a derrota, o Inter de Lages fica nos 16 pontos na classificação geral e seis pontos no returno do estadual, e agora olha no retrovisor o Metropolitano que pode passar o colorado no geral e colocar o Leão Baio na zona do rebaixamento. O JEC ficou até o momento na vice-liderança com o mesmo número de pontos da líder, a Chape, que joga neste domingo em Blumenau contra o Metropolitano.

O jogo

A partida desde os primeiros minutos foi de equilíbrio, devido as duas equipes estarem em situações opostas, mas necessitando mais do que nunca da vitória. O JEC para continuar na briga pelo título do returno, e o Inter de Lages para afastar o fantasma do rebaixamento.

Os primeiros lances de perigo foram do JEC. Aos sete minutos, em chute forte e seco de Alex Ruan, o goleiro Neto Volpi defendeu firme. Aldair aos 10 minutos chutou e a bola passou perto do gol defendido pelo arqueiro colorado e aos 12 minutos, Caíque cruza para a área, a bola desvia no Jefinho, e Neto Volpi novamente salvou o colorado. O Inter de Lages respondeu com Enercino aos 13 minutos, mas a bola acabou ficando na defesa do time de Joinville. Aos poucos, o Joinville começou a dominar a partida e o Inter de Lages tentava chegar através de contra-ataques.

O time da casa chegou ao gol em cobrança de pênalti, Marcelinho aos 28 minutos derrubou o atacante Fabinho Alves, o árbitro Braulio da Silva Machado marcou. Aldair cobrou no meio, e deslocou o goleiro Neto Volpi.

Aos 35 minutos, o Inter de Lages tentou responder e começou a pressionar de forma tímida, Luizinho bateu forte, mas o goleiro Matheus defendeu. Aos 39, em jogada individual, Parrudo chuta, mas novamente o goleiro defendeu.

Segundo tempo, Inter melhora, mas não segura o JEC

O Inter de Lages voltou outro para o segundo tempo, com mais calma levou perigo algumas vezes ao gol do JEC e aos oito minutos, o atacante Max recebeu a bola dentro da área, girou pra cima da marcação e chutou forte no canto esquerdo do goleiro Matheus para igualar o placar. O Inter pressionava, mas a defesa do JEC conseguia afastar.

Aos 16 minutos, o Inter de Lages tomou um susto. Em cruzamento rasteiro, Neto Volpi furou e a bola iria sobrar livre para o ataque do JEC, mas Schmöller chegou antes e afastou a bola.

A partir dos 20 minutos, o JEC começou a exercer o fator casa e partiu pra cima e aproveitando os erros de passes do Inter de Lages chegou ao segundo gol com Alex Ruan após Marlyson cruzar rasteiro na área, e a bola passar por Bruno Batata, o atacante teve somente o trabalho de empurrar para as redes.

O Inter até ensaiou uma reação, mas sem muita efetividade, a bola parava na defesa do JEC que já lançava em rápido contra-ataque, em um desses lances, a bola ficou para Tinga que recebeu ainda no seu campo de defesa acelerou o passe, fugiu de três marcadores e chutou forte de fora da área para acertar o ângulo do goleiro Neto Volpi, que sem chances só pulou para aparecer na foto, um golaço.

Neto Volpi alvo dos holofotes

O alvo dos holofotes, sem dúvidas, era o goleiro Neto Volpi. Na sexta-feira (7) um boletim de ocorrência contra Fred Nelson, presidente do Andraus, do Paraná, foi divulgado. A tentativa de suborno para que o goleiro colorado levasse dois gols por R$ 15 mil reais, foi o assunto mais falado nos bastidores antes da partida entre Joinville e Inter de Lages, mas apesar da polêmica, Neto Volpi foi para o jogo. Apesar de ter tomado três gols, em nenhum ele teve culpa, aliás, o arqueiro salvou diversas vezes o colorado lageano.

Próxima rodada

O Inter de Lages volta a jogar no próximo domingo (16), às 16h, no Estádio Augusto Bauer contra o Brusque, no Vale do Itajaí e se já precisava vencer nesta rodada, agora a tarefa é mais do que obrigação, é a salvação do colorado lageano do rebaixamento, ainda mais se os jogos complementares desta rodada forem desastrosos ao colorado.

Já o JEC viaja à Chapecó, onde reedita o clássico da final do ano passado e ainda mais que é um confronto direto na briga pela classificação na final deste ano contra o Avaí.

Ficha técnica
Joinville 3x1 Inter de Lages
Matheus
Neto Volpi
Caíque
Marcelinho
Danrlei
Léo Kanu
Max
Fernando Belém
Gustavo
Jefinho (James)
Roberto (Bruno Batata)
Luan
Aldair
Parrudo
Luiz Menezes (Tinga)
Michel Schmöller
Fabinho Alves
Enercino (Jullyan)
Alex Ruan
Luizinho
Marlyson
Max (Leo Pra)
Técnico: Fabinho Santos
Técnico: Chiquinho Lima



PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia

Enquete: qual candidata você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2017?

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages