Inter de Lages registra B.O. após goleiro sofrer tentativa de suborno para levar dois gols

Homem, identificado como Fred, entrou em contato com o goleiro Neto Volpi, do Inter de Lages, oferecendo R$ 15 mil para o arqueiro tomar dois gols do Joinville.

Por INTER DE LAGES,
em Lages/SC

📷 Greik Pacheco / Inter de Lages

O
Esporte Clube Internacional informa que nesta quinta-feira seu presidente, Cristopher Nunes, e o atleta Neto Volpi, goleiro da equipe, registraram boletim de ocorrência na Polícia Civil de Lages motivado por uma tentativa de suborno feita ao atleta. Neto Volpi ouviu de uma pessoa chamada Fred Marques a oferta de receber R$ 15 mil para tomar dois gols na partida deste sábado, contra o Joinville.

Em conversa pelo aplicativo Whatsapp, o goleiro negou a proposta imediatamente. Com o registro da conversa em mãos, Neto Volpi levou o caso ao presidente do clube, e ambos foram juntos à polícia denunciar a oferta.

Feito o boletim de ocorrência, o episódio agora segue sob responsabilidade da polícia. Neto Volpi fez o correto: relatou o fato, denunciou às autoridades e manteve em alta conta sua reputação profissional, construída com ótimas atuações nas quase 50 partidas que já disputou pelo Inter de Lages desde a temporada passada.

O clube manifesta seu veemente repúdio a esse tipo de prática, de quem quer ganhar no esporte por meios escusos. Essa torpeza moral macula nossa esporte. Mas, dessa vez, os torpes não prosperaram: bateram de frente com um clube que tem uma história de quase 68 anos de vida pela qual zelar e com um atleta que honra a camisa que veste e a profissão que exerce.