Cestas de hortifruti são distribuídas na Casa da Sopa

Os alimentos in natura, doados para famílias carentes pré-cadastradas, vieram do Banco de Alimentos

Por ASCOM PML,
em Lages/SC

📷 Ary Barbosa / ASCOM PML
A
través do Banco de Alimentos, administrado pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação, dezenas de famílias receberam uma cesta de produtos hortifrutigranjeiros, na tarde desta segunda-feira (03), no bairro Morro Grande. A distribuição dos alimentos ocorreu na Casa da Sopa, na rua João Lemos Machado, e foi acompanhada pelo secretário Samuel Ramos.

Uma grande fila se formou para o recebimento da cesta de hortifruti e cada pessoa pode levar para sua família uma variedade de produtos, desde tomate, cenoura, moranga, cebola, entre outros, os quais poderão ser utilizados tanto em sopas como na preparação de almoço e janta, a critério das famílias.

O coordenador do Banco de Alimentos, João Volni Madruga da Silva, disse que a ideia de distribuir os alimentos in natura é uma forma de agilizar a doação dos produtos arrecadados para a população carente. “Somente no mês de março recebemos 54 toneladas de alimentos”, fala João Volni.

Já o secretário da Assistência Social e Habitação, Samuel Ramos, disse que já foram atendidos neste ano famílias carentes das regiões dos bairros Morro Grande, Habitação, Bom Jesus e Bela Vista, com a distribuição de alimentos in natura.  Ao todo, 20 bairros foram contemplados neste primeiro trimestre de 2017. “Queremos ampliar cada vez mais esse sistema de doação nos bairros, e para isso iremos em busca de novos doadores, como por exemplo supermercados, além das cooperativas que já nos fornecem alimentos”, garante Samuel Ramos.

A Casa da Sopa, no Morro Grande, já funciona há vários anos, aberta ao meio-dia, às quartas-feiras, onde é servido um sopão para famílias pré-cadastradas. Este trabalho é de responsabilidade do Centro Social Lupércio de Oliveira Koeche, o qual agora conta com a colaboração das doações vindas do Banco de Alimentos.

📷 Foto: Ary Barbosa / ASCOM PML
Parceria

O Banco de Alimentos já conta com ajuda de 200 voluntários, com cerca de 50 Associações de Moradores e inúmeras entidades, instituições e Organizações Não Governamentais (ONGs), para o trabalho de distribuição dos produtos arrecadados, o qual é consumado por meio de sopões semanais ou então pelas doações diretas dos alimentos in natura.


PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia

Economia e Política

Enquete: qual candidata você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2017?