Educação

Prefeitura formaliza parceria para manutenção da UAB em Lages
O município não podia mais continuar mantendo a UAB com recursos oriundos do Fundeb, que devem ser utilizados apenas para todas as etapas da Educação Básica.

Por ASCOM PML,
em Lages/SC

📷 ASCOM / PML
N
a manhã desta sexta-feira ocorreu a formalização da parceria com o Serviço Social da Indústria (SESI), com a cedência do espaço físico, para a manutenção do Polo de Ensino, da Universidade Aberta do Brasil (UAB). Para o prefeito Antonio Ceron, este foi o resultado de um esforço conjunto, num processo controverso, entre a Prefeitura, que é a mantenedora, através da Secretaria da Educação, e de alguns vereadores. Havia a necessidade da readequação, e principalmente, a regularização da aplicação dos recursos, para o cumprimento da legalidade. “Foram executados todos os procedimentos na retomada do rumo. Quero que tudo continue, e ainda se possível, ampliar”, reforçou o prefeito.


Conforme explicaram os vereadores Aidamar Hoffer e Lucas Neves, as aulas, em nenhum momento foram paralisadas. Os cerca de 140 alunos, dos cursos de Pedagogia, oferecidos pela UDESC; de Administração (UFSC), e as especializações em Gestão em Saúde e Proeja (IFSC) estão agora abrigados em uma nova estrutura. Para os vereadores, é uma demonstração de que a proposta de parceria entre o setor público e privado realmente funciona. “O convênio que favorece a continuidade das aulas não foi rompido, mas reforçado por completo a partir da união entre a Prefeitura e o SESI, no bairro Gethal”, completaram os vereadores.


Estiveram também presentes na ocasião a secretária da Educação Valdirene Vieira, a nova diretora da UAB, Carmen Lúcia Ransolin, a diretora regional do FIESC/SESI, Sílvia de Pieri Oliveira, a presidente do Legislativo, Aida Hoffer, os vereadores Lucas Neves, José Amarildo Farias, e Pedro Figueiredo, além de professores ealguns alunos de todos os cursos.