Taça Libertadores

Lucho González brilha, e Atlético-PR vence o San Lorenzo na Argentina
Meia argentino marca o terceiro gol dele na Libertadores de 2017.
Atlético-PR chega aos quatro pontos no Grupo 4 da Libertadores, e San Lorenzo fica na lanterna.

Por GLOBOESPORTE.COM,
em Buenos Aires, Argentina

📷 Lucho González comemora seu terceiro gol na Libertadores de 2017 (Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo)

O
meia Lucho González brilhou mais uma vez, e o Atlético-PR venceu o San Lorenzo por 1 a 0 na noite desta quarta-feira, no Estádio Nuevo Gasómetro, pela segunda rodada do Grupo 4 da Libertadores. O argentino marcou, logo aos três minutos, o único gol do jogo. Com o resultado, o Furacão chega aos quatro pontos no Grupo 4 da Libertadores, e o San Lorenzo segue zerado. A Universidad Católica divide a liderança com o Rubro-Negro, também com quatro pontos, e o Flamengo é o terceiro colocado, com três. 


A próxima rodada do Grupo 4 da Libertadores será no dia 12 de abril, uma quarta-feira. Às 21h45 (horário de Brasília), o Atlético-PR visita o Flamengo em local ainda indefinido. Mais cedo, às 21h, o San Lorenzo pega a Universidad Católica no Estádio San Carlos de Apoquindo, no Chile.

O Furacão, agora, volta as atenções para o Campeonato Paranaense. Ainda com reservas, ele recebe o Cascavel, às 16h de sábado, na Arena da Baixada, pela oitava rodada. Já o time de Diego Aguirre pega o Godoy Cruz no domingo, às 17h15, fora, pelo Campeonato Argentino.

O Atlético-PR encarou o San Lorenzo de igual para igual no Nuevo Gasómetro e ainda mostrou eficiência no primeiro tempo. Logo aos três minutos, Sidcley cruzou com precisão, e Lucho González cabeceou no cantinho - 1 a 0. O time argentino partiu para o ataque e passou a rondar a área rubro-negra, mas Paulo André e Thiago Heleno eram soberanos nas bolas pelo alto. Perigoso nos contra-ataques, o Rubro-Negro ainda teve duas chances claras para ampliar, mas Lucho e Nikão desperdiçaram chances cara a cara com o goleiro.


O panorama seguiu o mesmo no segundo tempo. O San Lorenzo buscava o ataque em jogadas pelos lados e na bola aérea. Na melhor chance, Néstor Ortigoza finalizou à queima roupa, mas Weverton operou um milagre. O Atlético-PR respondeu com Otávio, que viu Torrico espalmar. Depois dos 25, o time argentino partiu com tudo para cima e acumulou chances perdidas. Blandi mandou para fora na cobrança de pênalti. Depois, ele mesmo cabeceou, e Weverton salvou de novo. A pressão segui até o fim, mas o Furacão se segurou e garantiu os três pontos.

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia

Enquete: qual candidata você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2017?

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages