Carnaval 2017

Vila Maria fala sobre os 300 anos da aparição de Nossa Senhora Aparecida
Contando uma história de fé e amor pela padroeira do Brasil, Vila Maria foi a terceira escola a desfilar na 1ª noite do Grupo Especial de São Paulo.

Por LAGES DIÁRIO,
em São Paulo/SP

Daniel, um dos destaques da alegoria que traz a basílica de Nossa Senhora Aparecida, homenageada no enredo da Unidos de Vila Maria. 📷 Manuela Scarpa / Brazil News

F
é e amor foram temas principais no enredo da Unidos de Vila Maria que homenageou a padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida e que cuja aparição completa neste ano, três séculos.


“Formada por um povo fiel, devoto e apaixonado, a nossa Escola de Samba faz do samba oração em louvor a ela... A Rainha dos Céus, Mãe dos Homens: Nossa Senhora da Imaculada Conceição Aparecida!”, diz o trecho da sinopse do enredo da escola. Com destaques para a presença do cantor Daniel e da rainha de bateria, Dani Bolina, a escola entrou no sambódromo do Anhembi por volta das 01h25.

Com direito a paradinha, a bateria foi um espetáculo à parte e mostrou a força dos 3,5 mil componentes divididos em 23 alas que louvaram à capela juntamente com o público, a Rainha do Brasil, Nossa Senhora Aparecida.

O desfile da Unidos de Vila Maria repetiu o mesmo tempo da antecedente, e durou 01h, apesar de no desfile não sofrer problemas, os integrantes tiveram dificuldades de estacionar as alegorias na dispersão, mas nada que prejudicasse a evolução da escola.


A próxima a desfilar é a Acadêmicos do Tatuapé que traz em seu enredo “Mãe África conta a sua história: do berço sagrado da humanidade à abençoada Terra do grande Zimbabwe”. 

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia

Enquete: qual candidata você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2017?

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages