Carnaval 2017

São Clemente mistura requinte francês e irreverência brasileira na Sapucaí
Escola foi a segunda a desfilar neste último dia de desfiles no Rio de Janeiro.

Por UOL,
no Rio de Janeiro/RJ

📷 Bruna Prado / UOL

S
onhando com um lugar mais próximo do topo do Grupo Especial, a São Clemente apostou mais uma vez na pompa dos enredos de Rosa Magalhães, carnavalesca que mais conquistou títulos na Sapucaí.

Com um nome esquisito, "Onisuáquimalipanse" (Envergonhe-se quem pensar mal disso), o enredo da escola de Botafogo relembrou uma fábula inspirada em uma história real acontecida na França do século 17, e que traz referências ao momento atual do Brasil: o caso protagonizado por Nicolas Fouquet, um nobre que foi nomeado Ministro das Finanças pelo rei Luis 14 (conhecido como Rei Sol) e amealhou tal fortuna que construiu um palácio de proporções tão faraônicas que o rei resolveu mandar prender o ministro. Os artistas que trabalharam na reforma foram convidados por Luis 14 para construir um palácio ainda mais vistoso: Versalhes.


Como pedia o enredo, a escola levou a Sapucaí todo o requinte da corte francesa, em alegorias e fantasias que representavam um castelo em construção, grandes banquetes, jardins, nobres com uniforme de presidiários e o palácio de Versalhes.

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia

Enquete: qual candidata você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2017?

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages