Geral

 Nota de Esclarecimento 
Fepese esclarece suposta irregularidade no concurso público da prefeitura de Lages
Foi instaurada Notícia de Fato pelo representante da 5ª Promotoria de Justiça da Comarca de Lages, que após esclarecimento, não identificou justa causa para o prosseguimento das investigações, indeferindo o pedido.

Da Assessoria do Município de Lages
(imprensa@prefeituralages.com.br)

Foto: Divulgação
A Secretaria de Administração, através da Comissão de Concurso Público, em nome da Prefeitura Municipal de Lages, presta esclarecimento referente à notícia de suposta irregularidade no concurso público realizado pelo município, cargo de Procurador, uma vez que foi atribuída nota em prol de candidata inscrita, mas que não se fez presente no local da prova.

O Concurso Público Edital nº 001/2016 destina-se ao provimento de cargos efetivos do quadro da administração pública municipal. A prova escrita foi aplicada pela Fundação de Estudos e Pesquisas Socioeconômicos – Fepese, responsável pela execução do certame em 09 de outubro de 2016.


Homologada a inscrição, a candidata Ieda Arruda Knoll foi alocada para realizar a prova no Centro Universitário Unifacvest, no grupo 871, no entanto, como afirmado pela própria candidata, deixou de comparecer ao local de prova no dia e horário indicado no local do certame, conforme ata e lista de frequência. Contudo, apesar da ausência seu nome foi relacionado na Listagem Geral de Resultados da Prova Escrita com a nota 5,0.

Pois bem. No dia de aplicação das provas os fiscais de cada grupo distribuem os cartões respostas dos candidatos nas respectivas ordens de escalamento, vide “CHECKLIST DOS FISCAIS DE SALA” no horário das 12h30min – “Posicionar os cartões resposta nas carteiras. Iniciada a prova, os fiscais são orientados a recolher os cartões resposta dos faltantes e assinalar o campo “ausente”.

Ocorre que, como informado no Comunicado publicado pela FEPESE no endereço eletrônico do concurso, o cartão resposta da candidata Ieda Arruda Knoll, não foi assinalado no campo mencionado, como o cartão resposta é lido por equipamento eletrônico, não considerou a ausência da candidata e fez a correção das 35 respostas do cartão resposta, considerando-as em branco.

Contudo, conforme comunicado do resultado dos recursos, as questões 4 e 21 do caderno de prova aplicadas para o cargo de Procurador foram anuladas pela banca examinadora, sendo atribuída a pontuação das respectivas questões a todos os candidatos, inclusive à candidata Ieda Arruda Knoll. A lista dos aprovados e a classificação final foram devidamente retificadas e podem ser acessadas no site do concurso.

Ressalte-se ainda que em razão do acontecido foi instaurada Notícia de Fato pelo representante da 5ª Promotoria de Justiça da Comarca de Lages, que após esclarecimentos da Fepese, não identificou justa causa para o prosseguimento das investigações, indeferindo o pedido conforme decisão.


Esclarecimento referente ao Edital de Concurso Público Nº 001/2016

Acompanhe Lages Diário nas redes sociais. Curta no Facebooksiga no TwitterInstagramPinterest e Google+ e Adicione-nos no WhatsApp (49) 9923-9178.

Nenhum comentário