Sou + Lages

 250 anos de Lages 
Dirceu Carneiro recebe o título de cidadão lageano
O ex-prefeito, ex-deputado federal e ex-senador será homenageado na Câmara dos Vereadores em comemoração aos 250 anos do município.

Por Catarinas Comunicação, em Lages
(imprensa@catarinascomunicacao.com.br)

Foto: Alan Pedro / Diário Catarinense
Uma das principais referências da política catarinense nas últimas décadas receberá o devido reconhecimento da cidade na qual fez história. Aos 71 anos, o ex-prefeito, ex-deputado federal e ex-senador Dirceu Carneiro será reverenciado com o título de “Cidadão Lageano”. E a data da homenagem não poderia ser mais apropriada: terça-feira, dia 22 de novembro, exatamente quando Lages completa 250 anos de fundação.

Realizado pela Câmara de Vereadores de Lages, com apoio do Instituto Dirceu Carneiro e da empresa Catarinas Comunicação, o evento ocorrerá às 19h30min, no Legislativo Municipal. A homenagem é uma indicação do vereador Gerson dos Santos (PSD) e reunirá familiares, amigos, autoridades e companheiros da militância política de Dirceu.


“É uma honra ver meu pai ser homenageado em vida, com saúde e lucidez, justamente num dia tão importante para a cidade que ele tanto ama. Ainda que ele não esteja mais ocupando cargos eletivos, jamais se afastou da política, e percorre o Brasil dando palestras. A história dele nos inspira, grandes personalidades do país o admiram, e isso muito nos orgulha”, diz Ana Helena Carneiro, filha de Dirceu e presidente do Instituto Dirceu Carneiro.

Quem é Dirceu Carneiro

É provável que ele tenha sido a única ou uma das pouquíssimas pessoas do mundo a tomar chimarrão na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque.

Com seu inconfundível bigodão que o acompanha há anos, Dirceu José Carneiro, 71, teve a honra de levar para dentro de um dos lugares mais importantes do planeta esse forte símbolo da cultura lageana.

Talvez o fato de ter nascido no ano em que acabou a 2ª Guerra Mundial – Caçador, 23 de março de 1945 – tenha feito de Dirceu um homem ligado à história.

Em 1992, na condição de primeiro-secretário do Senado Federal e sob os olhares atentos do Brasil inteiro, Dirceu foi o responsável por comunicar oficialmente ao então presidente Fernando Collor que este havia sido cassado.

“Que isso sirva de exemplo de democracia para a América Latina”, disse Dirceu a Collor no ato.

Depois de pegar a assinatura de Collor, Dirceu foi até o gabinete de Itamar Franco, então vice-presidente, e exatamente às 10h27min, encontrou Itamar e disse a ele:

“Assumo a responsabilidade perante a nação de comunicar que, a partir das 10h20min de hoje, o governo do presidente Collor está suspenso. Tenha boa sorte, e que Deus o ajude a governar o país”.

E este episódio protagonizado por Dirceu Carneiro tornou-se a notícia sobre o Brasil que mais circulou no mundo no século passado.

Mas antes de viver este histórico momento, Dirceu formou-se em Arquitetura pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (URGS) em 1968, foi vice-prefeito de Lages na gestão de Juarez Furtado entre 1972 e 1976 e prefeito nos seis anos seguintes, tendo o médico Celso Anderson de Souza como vice.

Neste período, à frente da prefeitura de Lages, Dirceu criou um sistema de saúde pública pelo qual os médicos iam ao encontro dos moradores, e não o contrário. O modelo tomou proporções nacionais, serviu de inspiração para o Governo Federal e resultou na criação do Sistema Único de Saúde (SUS), o mais completo – ainda que longe de perfeito – sistema de saúde pública do mundo.

Em novembro de 1979, Dirceu teve participação em outro episódio da história nacional. Em sua própria casa, ele escondeu alguns estudantes procurados pela polícia depois de participarem da Novembrada, quando o então presidente João Figueiredo enfrentou uma manifestação popular no Centro de Florianópolis.

Senador constituinte em 1988 – mandato de 1987 a 1995 -, Dirceu abandonou a carreira política há duas décadas e hoje se dedica à família, à agricultura e à pecuária. Atualmente, divide o seu tempo entre a casa em Lages e a fazenda em Campos Novos, no Meio-Oeste de Santa Catarina.

Torcedor do Internacional de Porto Alegre, churrasqueiro de todo fim de semana – nem que esteja sozinho – e apaixonado por andar a cavalo, Dirceu é casado desde 1970 com Terezinha Carneiro.


Este é Dirceu Carneiro. Político de história, estudioso, paizão, tradicionalista e com um bigodão conhecido nos mais poderosos gabinetes.

Acompanhe Lages Diário nas redes sociais. Curta no Facebooksiga no TwitterInstagramPinterest e Google+ e Adicione-nos no WhatsApp (49) 9923-9178.

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages

Um morre e outro fica ferido em acidente entre carro e ônibus em Lages

Colisão traseira faz carro capotar na avenida Dom Pedro II, em Lages; veja vídeo