Economia

 Na segunda-feira (8) 
Comunidade de Índios é convidada para apresentação do Plano Diretor
Decisão pretende planejar local para atenuar os efeitos da implantação do condomínio Lages Business Park.

Por Assessoria do Município de Lages
(imprensa@prefeituralages.com.br)

Foto: Ary Barbosa / Prefeitura de Lages
Na próxima segunda-feira (7), será promovida uma nova reunião envolvendo Poder Público, iniciativa privada e a comunidade. A partir das 19h, no salão da igreja católica do Distrito Índios, será realizado o encontro de apresentação do Plano Diretor para o local. Prospecções serão visualizadas e esmiuçadas. O secretário do Planejamento (Seplan), Jorge Raineski, será compartilhado com os moradores e comerciantes o redesenhamento do Plano Diretor, para planejar-se os efeitos da implantação do condomínio multissetorial com predominância industrial Lages Business Park, amenizando os impactos sobre a vida da comunidade, com previsões vinculadas ao meio ambiente e à mobilidade urbana, pois Índios está localizada no perímetro urbano de Lages. O condomínio deverá comportar, em plena operação, 312 empresas e provocar a circulação de até dez mil trabalhadores diretos e indiretos, além da atração de novos moradores à região de Índios.


O pré-projeto do Plano Diretor foi apresentado à comunidade de Índios no dia 13 de outubro, pelas secretarias municipais do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, contendo análises técnicas e estudos que já estão em andamento, sob o ponto de vista de um vislumbramento e planejamento do município para 30 a 50 anos. Com caráter pedagógico, a primeira reunião buscou mostrar como é crucial a organização da convivência coletiva. Abriu-se discussão e ouviu-se sugestões. 

Na segunda-feira (31) foi habilitada a empresa Praiatur Participações Ltda. para a concretização do condomínio, uma iniciativa pensada pela Prefeitura de Lages com o propósito de dar destino adequado ao terreno anteriormente direcionado à possível instalação da empresa de caminhões Sinotruk, algo que não foi efetivado. Investidores da Praiatur devem comparecer à reunião e integrar-se aos anseios da comunidade.

Estudo


A verificação realizada tem o intuito de organizar sistema viário alternativo, mobilidade urbana até o próprio espaço, com o parcelamento do solo para que os terrenos sejam fracionados em áreas destinadas à habitação, com condomínios horizontais e verticais, lazer, com a implantação de parques, universidades e até uma avenida urbanizada, com corredores de ônibus, ciclovias e áreas arborizadas para pedestres. Com o consequente crescimento da região, deverão ser construídas novas unidades escolares, Centros de Educação Infantil (Ceims) e Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para atribuir maior qualidade de vida à população. A ideia é compactar ambientes de serviços e lazer em um só lugar e colaborar para tornar os moradores grandes agentes de transformação.

Acompanhe Lages Diário nas redes sociais. Curta no Facebooksiga no TwitterInstagramPinterest e Google+ e Adicione-nos no WhatsApp (49) 9923-9178.

Nenhum comentário