Política

 Aumento polêmico 
Toni Duarte veta projeto de reajuste salarial dos vereadores
Na semana passada veio à tona que dez dos 19 vereadores haviam aprovado projeto de lei que revisava salário dos vereadores que passariam a receber mais de 9 mil reais.

Do LD, em Lages
(jornalismo.lagesdiario@hotmail.com)



Foto: Márcio Avila / Prefeitura de Lages
Nesta segunda-feira, 31, o prefeito Toni Duarte (PPS) assinou o veto total ao projeto de Lei nº 065/2016 com redação final nº 044/2016, referente à revisão geral dos salários dos vereadores de Lages, que foi aprovado no início de outubro e que veio à tona na semana passada, causando revolta de grande parte da população.


Antes da decisão, o prefeito se reuniu com o presidente da Câmara dos Vereadores, Thiago Oliveira (PMDB) e com o líder do governo, Mushue Hampel (PMDB). Toni entendeu que se trata de um momento de cautela, pelo qual são necessárias medidas de contenção de gastos na esfera pública municipal, decidiu pelo veto, já que se aprovado, o projeto geraria um gasto em torno de R$ 215 mil reais até o final deste ano aos cofres públicos.

O projeto de Lei é contrário ao interesse público, principalmente pela atual e delicada situação que a economia do país se encontra, informou Toni Duarte sobre a sua decisão, que medidas como esta, encontram respaldo na Lei de Responsabilidade Fiscal e pensando em manter a harmonia entre o poder público e toda a sociedade.


O documento volta agora ao Legislativo municipal para apreciação dos vereadores que irão decidir se derrubam ou não o veto. 

Acompanhe Lages Diário nas redes sociais. Curta no Facebooksiga no TwitterInstagramPinterest e Google+ e Adicione-nos no WhatsApp (49) 9923-9178.

Nenhum comentário