Geral

 Estragos 
Maré alta volta a causar estragos no litoral catarinense
Durante a madrugada, o mar voltou a invadir ruas, avenidas e algumas casas em várias cidades, entre elas Balneário Camboriú, Itajaí, Barra Velha e São Francisco do Sul.

Do LD, em Lages
(jornalismo.lagesdiario@hotmail.com)

Em Barra Velha, água invadiu casas, destruiu decks e até mesmo um posto de guarda-vidas. (Foto: Bombeiros Voluntários de Barra Velha / Divulgação).
Moradores de cidades do litoral catarinense e que moram próximos a orla não tiveram uma noite muito tranquila na madrugada deste sábado (29). Tudo por conta da maré alta que novamente invadiu ruas, avenidas e até mesmo casas em cidades como Itajaí, Balneário Camboriú, Barra Velha e São Francisco do Sul, entre outras.


Em Itajaí, o ferry boat, que faz a travessia entre Itajaí e Navegantes, precisou ser fechado temporariamente devido a elevação do nível das águas do rio Itajaí-Açu que ficou represado pela maré alta. A maré causou alagamentos nas áreas mais baixas da cidade como na Murta, Cordeiros e Imaruí, neste, um homem com dificuldades de locomoção precisou ser resgatado pelo Corpo de Bombeiros já que a água invadiu sua casa.

Na cidade vizinha, em Balneário Camboriú, o mar novamente invadiu a avenida Atlântica e algumas ruas transversais da cidade e deixou moradores assustados, já que a maré já havia provocado alagamentos durante a tarde de sexta-feira (28). Carros se arriscaram em passar pela avenida (veja o vídeo abaixo).


Em Navegantes, o calçadão na região do bairro Gravatá, foi destruído pela força da maré, e a rua foi tomada pelas pedras. O trânsito precisou ser interditado na via.

Segundo a Defesa Civil, os casos mais graves desse mar agitado ocorreram na elevação do mar desta madrugada. Duas famílias ficaram desalojadas no Balneário Paese, em Itapoá, no Norte catarinense. Uma idosa precisou ser retirada de casa pelos Bombeiros em Barra Velha devido a água invadir a residência. Uma casa tem risco de desabar, decks e postos de guarda-vidas foram danificados na cidade, sendo que um foi destruído.

No Litoral Sul, em Balneário Arroio do Silva várias casas foram invadidas pela água, e alguns bairros foram derrubados pela força do mar, informou a Defesa Civil.

Cidades da Grande Florianópolis também tiveram registros de alagamentos devido a maré como em Tijucas, Governador Celso Ramos, Biguaçu, São José, Palhoça, Paulo Lopes e Florianópolis, informou a Defesa Civil.


O fenômeno é causado pela influência de um ciclone extratropical, associado à chamada maré de sizígia (na lua nova) e que ainda deve ocorrer neste fim de semana, mas que perde força. A Defesa Civil ainda alerta que a pesca e a navegação no mar não estão recomendadas.  

Acompanhe Lages Diário nas redes sociais. Curta no Facebooksiga no TwitterInstagramPinterest e Google+ e Adicione-nos no WhatsApp (49) 9923-9178.

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages

Um morre e outro fica ferido em acidente entre carro e ônibus em Lages

Bombeiros auxiliam jovem que deu a luz em casa no bairro Guarujá