Geral

 REUNIÃO NO CDL 



Por Catarinas Comunicação, em Lages
(imprensa@catarinascomunicacao.com.br)

Foto: Catarinas Comunicação / Divulgação
Depois do aceno positivo de que as obras de implantação da rede subterrânea de energia elétrica do centro de Lages deve ser concluída até setembro, o projeto Centro Lages compras e lazer poderá entrar em sua terceira etapa.

A notícia foi anunciada para empresários, lideranças e imprensa na quarta-feira (24), durante visita do presidente da Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc), Cleverson Siewert, na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Lages.

Com as obras físicas concluídas, é possível finalizar o projeto de revitalização em no máximo três anos, acredita a presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), de Lages, Rosani Pocai. “A parceria com a Celesc funcionou muito bem. Agora, seguiremos o planejamento do Centro Lages e desenvolveremos a terceira etapa do projeto, que visa capacitar e preparar os empresários para uma nova realidade”.

A Celesc foi a primeira parceira do projeto Centro Lages, lembra o coordenador regional do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em Lages, Altenir Agostini. “Clewerson é um presidente bastante técnico e possui uma visão muito prática quando se fala de investimentos. Trata a empresa pública como privada e isso fez com que esse projeto esteja cada vez mais perto de se tornar realidade”.

O projeto de cabeamento subterrâneo de Lages é o segundo maior do Estado, com sete quilômetros, contemplando os dois lados das ruas. O investimento por parte do Governo de Santa Catarina é de R$8milhões. Além de melhorar a infraestrutura das ruas, a obra dará um aspecto mais moderno à região central da cidade. 

No projeto serão contempladas oito ruas: Coronel Córdova, Aristiliano Ramos, Correia Pinto, Nereu Ramos, Emiliano Ramos, Marechal Deodoro, Caetano Vieira da Costa e Quintino Bocaiúva e ainda, Praça João Ribeiro (Catedral), e calçadões das praças Túlio Fiúza de Carvalho e João Costa.

Postes serão substituídos e fios retirados

Um convênio firmado entre o governo do Estado, que disponibiliza R$600 mil, com a contrapartida de R$327 mil da Prefeitura prevê a substituição dos postes de concreto pelos metálicos e ainda a retirada de fios de empresas de telefonia, Tv a cabo e internet até dezembro.

A verba está garantida, afirma o presidente da Celesc, mas por conta do período eleitoral, só poderá ser repassada a partir de outubro. “Com a licitação e execução do convênio feita por parte do município, a expectativa é concluir todos os trabalhos e entregar para a comunidade até dezembro”.

Acompanhe Lages Diário nas redes sociais. Curta no Facebooksiga no TwitterInstagramPinterest e Google+ e Adicione-nos no WhatsApp (49) 9923-9178.

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia

Enquete: qual candidata você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2017?

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages