Educação

 “POR UM FIO DE MEMÓRIA” 



Da Assessoria do Município de Lages
(imprensa@prefeituralages.com.br)

Foto: Arquivo / Secretaria de Comunicação Social
O professor Carlos Eduardo Canani e seus alunos, da Escola Municipal de Educação Básica (Emeb) Susana Albino França, passarão por mais uma etapa de reconhecimento pelo Prêmio Educador Nota 10, o qual ele conquistou primeiro lugar em uma das categorias, desbancando mais de 40 mil trabalhos inscritos em todo o país. Nesta quinta-feira (1) eles participarão de um filme documental que vai registrar todas as etapas do projeto vencedor “Por um fio de memória”.

Profissionais que atuam na produtora TV Trup Filmes Ltda. foram enviados pela Fundação Victor Civita, da Editora Abril, e pela Fundação Roberto Marinho,da Globo, que promoveram o prêmio. Eles passarão o dia todo na escola, junto aos alunos, para registrar como a ideia foi desenvolvida, passo a passo. Após ampla divulgação dos projetos vencedores pela fundação, a premiação oficial deverá ocorrer no dia 17 de outubro, em São Paulo.

O projeto teve como objetivo o resgate das memórias dos familiares dos alunos, que acabam perdidas geração após geração. Através de pesquisas, entrevistas e visitas inloco, foram resgatadas histórias, como a origem do sobrenome, fotografias, árvore genealógica e outros aspectos. 

O trabalho foi inserido no gênero textual memórias literárias, que estava no currículo da turma do 8° ano. Os alunos foram motivados a irem escutar seus avós, pais e outros familiares e começassem a fazer textos dessas memórias. Os textos foram revisados e reescritos pelos alunos, várias vezes, e depois gravados áudios das narrativas com a leitura expressiva pelos próprios estudantes. 

Sobre o prêmio
Criado em 1998, o Prêmio Educador Nota 10 reconhece professores da Educação Infantil e do Ensino Fundamental e também gestores escolares de todo o país. Aproximadamente três mil educadores, professores, gestores escolares e coordenadores pedagógicos, de diversos segmentos de ensino, inscrevem seu trabalho a cada edição do Prêmio em diferentes áreas do conhecimento.

Uma comissão selecionadora, composta por profissionais da educação, especialistas nas diversas disciplinas, analisa todos os trabalhos recebidos e, entre eles, são escolhidos os 50 finalistas e entre os finalistas são selecionados os dez Educadores Nota 10. Nessas 18 edições foram reconhecidos 191 educadores, entre professores e gestores, e entregues aproximadamente R$ 2,4 milhões em prêmios.

Os trabalhos premiados são ideias simples e corajosas que mostram a importância da aprendizagem de crianças e jovens e a tarefa de mantê-los numa boa escola, trabalho indispensável para a transformação do país numa nação melhor e mais justa, segundo os promotores do evento.

Acompanhe Lages Diário nas redes sociais. Curta no Facebooksiga no TwitterInstagramPinterest e Google+ e Adicione-nos no WhatsApp (49) 9923-9178.

PREVISÃO DO TEMPO

CURTA O LD

SEGUIDORES

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia

Enquete: qual candidata você acha que será a rainha da Festa do Pinhão 2017?

Organizador do Bike Serra morre em acidente em Lages